Talvez, em alguns casos, seja preciso desmontar para depois remontar, usando novas peças em substituição as peças danificadas... seria essa a atitude mais correta para consertar o sistema político de nosso país? Nos atos promovidos no domingo (17), em todos os cantos do país, independente do lado, a favor ou contra o afastamento da presidente Dilma Rousseff, o povo brasileiro mostrou a força que possui quando se mobiliza em defesa deseus ideais políticos.

Ficou claramente comprovado que, se toda força emana do povo, somente o povo unido ao redor de um ideal pode transformar para melhor um sistema político corrompido e injusto.

Nos atos pró-impeachment e também nos atos a favor do governo Dilma, via-se claramente o brilho nos olhos, a força nos gritos de palavras de ordem, a alegria em estar participando de um momento histórico e único. E mesmo que essa divisão de opiniões entre os dois grupos, pró e contra, deixasse transparecer uma aparente agressividade, nenhum incidente, nenhuma agressão, nenhuma transgressão ao livre direito de expressão aconteceu para que pudesse denegrir a validadedesses atos nem apagar o brilho dalição de cidadania que a nação brasileira mostravapara o mundo.

As ruas do país foram tomadas por uma multidão de valorosos cidadãos, defendendo, cada um ao seu modo, a ideologia que acreditam e admiram sem se darem conta de que, cada um deles, estavam com esse gesto fortificando no Brasil a base da democracia e ensinando paranossas crianças o que vem a ser civilidade.

O processo do impeachment, portanto, passou a ser somente um mero instrumento de direcionamento para mostrar a cada um desses militantes o caminho que se deve seguir.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Política

E o resultado final da batalha, pouco importa, pois, parafraseando o velho dito popular que diz: -"Muda-se o bolo, mas as moscas são sempre as mesmas..." conclui-se que, ao mudarmos um governante, o paradigma de Política e de políticos programáticos legislando a favor de si mesmo e não do povo, permanecerá, posto que sempre foi assim e assim continuará a ser por um bom tempo. Isso, porém, já é um outro problema a se enfrentar.

O problema das "moscas" ao redor do bolo deverá ser resolvido posteriormente, no seu devido tempo. O que se faz urgente é a transformaçãopolítica do "agora".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo