Os graduados em jornalismo são responsáveis por buscar, investigar, redigir e transmitir notícias quando exercem a profissão. O jornalista participa ativamente de todos os processos deprodução de notícias, mas, na hora de passar as informações, alguns profissionaistêm esquecido que são também cidadãos e que como profissionais devem seguir o Código de Ética.

O Código de Ética contém regras com deveres e direitos a serem cumpridos pelo profissional, como por exemplo: “Art2 : I – a divulgação da informação precisa e correta é dever dos meios de comunicação e deve ser cumprida independentemente de sua natureza jurídica – se pública, estatal ou privada – e da linha política de seus proprietários e/ou diretores.”

O termo está em vigor há 20 anos e pode ser sempre consultado, com uma básica pesquisa no Google - o PDF dessa regulamentação aparece disponível para leitura e para download.

No código também é citado o que o profissional não pode permitir como, por exemplo, aceitar menos do que diz o piso salarial ou trabalhar mais horas sem receber hora extra. “Art. 7º O jornalista não pode: I – aceitar ou oferecer trabalho remunerado em desacordo com o piso salarial, a carga horária legal ou tabela fixada por sua entidade de classe, nem contribuir ativa ou passivamente para a precarização das condições de trabalho.“

Se fosse seguido à risca, não nos depararíamos com desrespeito à categoria, nem com matérias de desrespeito, ou de violação à pessoa.

Mas, o descumprimento das regras do Código de Ética leva apenas à expulsão do “profissional” do sindicato e como muitos não são associados, não são punidos.

A notícia escrita a 'grosso modo' é prejudicial às pessoas envolvidas. Uma notícia, por exemplo, sobre umfalecimento de forma terrível, que explora o sofrimento e expõe a família do falecido. Também no código, é escrito que o jornalista é responsável por aquilo que escreve, então sempre que houver a assinatura, esse é o responsável, e os interessados podem recorrer à Justiça, se sentirem-se injustiçados.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Relacionamento

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo