Jair Bolsonaro, o homem que mais assusta a esquerda brasileira tornou-se réu em um processo no STF graças aquela moça que defende o 'direito dos criminosos'.

O que a esquerda está tramando para ser a queda da popularidade esmagadora do deputado, está demonstrando o quanto boa parte dos brasileiros repudiam as armações esquerdistas desse país, que interpretam as leis de acordo com aquilo que lhes é mais benéfico e ainda pisam sobre normativas que deveriam valer para todos, criando tribunais de exceção que julgam de maneira distinta pessoas consideradas 'ameaças' aos seus respectivos 'reinados'.

Pelas redes sociais, como Twitter e Facebook, milhares de pessoas se mobilizam para apoiar o deputado e preparar eventos à favor do mesmo. O número de seguidores de Jair continua aumentandode maneira 'assustadora', para a esquerda, é claro.

Existem diversas manifestações agendadas em todo o Brasil em apoio ao deputado e como da última vez, é possível que boa parte da imprensa vendida não divulgue como deveria, esquecendo-se que o princípio fundamental do jornalismoé mostrar a verdade e não o lado da laranja que lhe parece mais interessante.

Não são só anônimos

O apresentador Danilo Gentili também comentou a decisão do Supremo e fez piadas do mesmo, que está processando alguém por dizer que não iria estuprar uma mulher. Karol Eller também se manifestou pelas redes sociais e liderou a campanha 'Somos Todos Bolsonaro'.

O senador José Medeiros (PSD-MT) também criticou a decisão e até o ministro Marco Aurélio de Mello disse que é uma perda de tempo o Supremo aceitar um processo por conta de uma opinião que deveria ser resolvida entre as duas pessoas envolvidas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PT

O ato de parcialidade de quatro ministro do Supremo Tribunal Federal geraram repúdio inclusive em quem não apoia ou concorda com tudo o que o deputado federal fala. A verdade é que Bolsonaro só está passando por esse processo porque ele é o Bolsonaro.

Se fosse outro parlamentar o tratamento seria muito diferente. Aliás, porque as feministas não denunciaram Lula por chamá-las de 'grelho duro'? E há alguns anos, quando um deputado federal foi acusado de espancar a mulher e virou manchete em todos os jornais, porque até a mídia abafou o desfecho do caso?

Será que tem a ver com o fato de tanto esse 'deputado', quanto o Lula serem apoiadores do governo falido de Dilma?

Brasil, um país de poucos!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo