Uma estudante da escola americana Holly Springs, que fica na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, se vestiu de cachorro-quentepara uma festa, ao invés de princesa, como estava combinado com as outras meninas. Ela resolveu inovar e se tornou motivo de grande repercussão nas redes sociais.

A hashtag “hotdogprincess” (princesa cachorro-quente) se tornou viral e, após sua publicação, muitos mostraram apoio à menina, enquanto outros criaram polêmicas em torno do ocorrido.

Segundo o pai da criança, a estudanteresolveu ir assim por seraquela a sua roupa favorita, e também por não querer se vestir como uma princesa convencional. "Foi tudo ideia dela", explicou.A festa aconteceu na aula de dança e somenteela estava trajadade forma diferente das outras coleguinhas.

Acompanhandoos comentários nas redes sociais, a mensagem que mais se destaca no momento sobre a princesa cachorro-quente é: “seja a princesa que você deseja ver no mundo!”.

Contracultura

Com adecisão de se vestir de forma diferente, a estudantemostrou que é corajosa e decidida a evitar normas culturais opressivas como a que a indústria Disney sempre quis passar para todas as garotas do mundo.

Sendo assim, muitos além de dar todo o apoio à ela, ainda passaram a admirá-la.

Com certeza, as mulheres são as maiores fãs da “princesa cachorro-quente”, uma vez que a sua fama vem mostrar o quanto são, de um certo modo, iludidas com toda essa ideologia de princesas e príncipes.

Nas redes sociais, em especial no Twitter, as pessoas não param de registrar comentários sobre as fotos da menina. Alguns a chamam de heroína, outros já estão se vestindo como ela, e há aqueles quedizem que foi lançada uma nova moda.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento Curiosidades

Seria enfim a era da fantasia de cachorro-quente?

Muitas meninas já estão se caracterizando de “princesa hot-dog”,ironizando a situação em suas publicações, escrevendo:”Mãe! Hoje tem festa, prepara a minha fantasia de cachorro-quente!".

E assim a fama da menina norte-americana se espalha cada vez mais, quebrando tabus e paradigmas, onde meninas têm que se vestir de "meninas". Discussão essa que estálonge de ter um fim.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo