Atire a primeira pedra quem nunca sentiu ciúmes na vida? Saiba que é completamente natural sentir ciúmes e, dependendo da situação, pode até apimentar a relação. O problema chega quando o grau de intensidade for muito alto, daqueles que até sufoca o parceiro, algo que mina a vida a dois. Nesse artigo vamos lhe dar algumas dicas de como controlar o ciúmes e evitar que você se torne uma pessoa cheia de neuras e acabe por estragar sua relação.

Nunca tenha possessividade, éimportante salientar que o ciumento deve ter em mente que ninguém é de ninguém e parar de se comportar como se o outro fosse propriedade sua.

Gostar do amado é importante, mas lembre-se sempre de respeitar o espaço da pessoa que está ao seu lado. O parceiro não deve ser sufocado por você.

Não deixe que os fantasmas de seus pensamentos ruins assombrem sua relação. Você deve ter em mente que é você que deve trabalhar isso e não seu parceiro. As neuras e inseguranças são única e exclusivamente suas e não devem ser transferidas para o amado.

Controle do impulso é algo principal; apessoa tomada por ciúmes geralmente briga antes e pensa depois.

Uma dica importante é tentar controlar a raiva e pensar bem antes de tomar qualquer atitude precipitada. Remediar sempre é a pior solução. Analise com bastante calma se a crise de ciúmes não é fruto da sua imaginação. Fica o aviso: respire bem fundo e pense antes de "soltar os cachorros".

É absolutamente natural sentir insegurança em alguns momentos e desconfiar do parceiro em determinadas situações.

Nessa hora é que entra a maturidade e uma boa conversa pode esclarecer tudo. Dialogue sempre com seu parceiro, isso é fundamental para uma boa convivência.

Cuide bem dasua autoestima,ainsegurança é um dos principais motivos do ciúme. Se você acha que as outras mulheres são mais atraentes que você, e que uma hora seu amado vai acabar te trocando por outra, a sua autoestima não anda das melhores, não acha?

Valorize-se, aumente a confiança em você mesma e tenha consciência do seu valor.

Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!