Neste domingo de sol, dia 3 de julho, o deputado federal Jair Bolsonaroganhou diversas manifestações a seu favor. Com popularidade crescente, várias pessoas se sentiram indignadas com a decisão do Supremo Tribunal Federal em acatar denúncia contra o mesmo e decidiram protestar nas ruas.

A organização

Por cerca de dez dias, internautas organizaram eventos em diferentes lugares do país, como Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Ceará, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal. As manifestações começaram logo pela manhã e as últimas se encerraram por volta das 18h.

As manifestações

No centro de São Paulo, um grupo de esquerda tentou tumultuar os protestos a favor de Bolsonaro e foram contidos pela Polícia Militar. Não houve agressão ou prisões, apenas algumas hostilizações a distância. A PM fez um cordão humano para que os manifestantes pró-Bolsonaro estivessem seguros e não ocorresse eventual confronto. Eduardo Bolsonaro estava junto com centenas de pessoas que apoiam o seu pai no local.

Como um deputado consegue ter manifestações a seu favor?

Que um presidente ou até governador tenha eventuais manifestações a seu favor, independentemente do partido, é compreensível, mas Jair Bolsonaro é um deputado federal e ainda assim consegue mobilizar voluntariamente pessoas em todo o país. Como ele consegue isso? Muitos políticos de esquerda devem se perguntar.

O segredo de Bolsonaro é a sua transparência, ou seja, não há segredos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento Política

O político era filiado a um dos partidos que mais teve envolvidos nas investigações da operação Lava Jato e ainda assim, comprovadamente por um dos envolvidos, foi um dos poucos que não se envolveu com nenhum ato ilícito.

Jair fala o que pensa, ainda que isso possa gerar certa incômodode um ou mais grupos. O deputado é o único que bate de frente com os políticos corruptos do país, bem como com as práticas comunistas e socialistas que tentam ganhar espaço no Brasil.

Bolsonaro não é o tipo de político que manda recado. O que ele quer dizer, seja para a imprensa, para um político ou para um internauta que deixa comentários em suas redes sociais, ele mesmo diz, doa a quem doer. O deputado tem suas armas, que não se trata de armamento de fogo, embora como militar ele possa ter quantas achar necessário. Mas a suas armas são a verdade: ele não tem envolvimento com a corrupção, segue firme em seu pensamento sobre o que é certo e preza pela ordem no país e o respeito as famílias.

Certamente, em um país onde as pessoas estão cada vez mais frias e desacreditadas de boas vontades gratuitas, quando surge um político que mais parece ter saído de um filme de super herói pronto para salvar o país de um colapso, só há duas atitudes a serem tomadas: admirá-lo ou odiá-lo. O grupo que o admira cresce a cada dia e não é preciso ir muito longe para comprovar isso: pessoas com camisetas do político andando nas ruas e centenas de vídeos na internet provam essa tese o tempo todo.

Talvez os que o odeiam ou acham que o detestam não mudem seus comportamentos com o tempo, mas uma coisa é certa: ninguém chuta cachorro morto e se um deputado tem tido mais popularidade que um presidente ou ex-presidente da república, então não é de se espantar que um 'grupo' de esquerda tenha até um caderno de tese objetivando a sua cassação há mais de um ano, pois ele representa uma ameaça para muitos queestão no poder.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo