Na manhã de quarta feira (20/07), foi veiculado pelo ex-apresentador do extinto “Agora é Tarde” uma sátira àvinda do app Pokemon Go.No polêmico vídeo, o ex-apresentador desfere ofensas gratuitas e irresponsáveis contra várias celebridades, entre elas Inês Brasil, Faustão, Fatima Bernardes, Rafael Ilha, Otávio Mesquita entre outros.

Alguns trechos do polêmico vídeo, que circulam nas principais redes sociais, causaram a revolta dos leitores, devido à falta de respeito e vocabulário chulo.

Em manifestação ao vídeo, o apresentador do programa Okay Pessoal (transmitido pela emissora SBT),Otávio Mesquita, entrou em contato com Rafinha Bastos ao vivo no programa "Pânico", da rádio Jovem Pan, com ar de hostilidade; ambos trocaram farpas no decorrer do programa.

Com relaçãoàs demais celebridades envolvidas, não se manifestaram até o momento, ficando no ar um tom de desprezo e insignificância diante da infeliz sátira.

O ex-apresentador e humorista parece ignorar que, embora seja livre a manifestação do pensamento, tal direito não é absoluto; ao contrário, encontra limites em outros direitos também essenciais para a concretização da dignidade da pessoa humana, ou seja, a honra, aintimidade, a privacidade e o direito à imagem.

Contudo, não há como se tolerar que essa crítica desvie para ofensas pessoais. Haja vista que o exercício da crítica, bem como o direito à liberdade de expressão, jamais podem ser usados como pretexto para atos irresponsáveis, como os xingamentos e ofensas encontrado no polêmico vídeo, que implicou em mácula de difícil reparação à imagem de outras pessoas que, embora públicas e sujeitas a críticas no desempenho de suas funções, devem ser respeitadas em sua intimidade e honra e tais comentários devem observar determinados limites, no âmbito do jornalismo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Televisão

Em poucos minutos o humorista consegue a façanha de ferir os mais profundos direitos e a dignidade da pessoa humana, chocando alguns dos seus mais fiéis leitores que, além do repúdio, bloquearam o perfil do humorista nas redes sociais.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo