Pokémon Go é um aplicativo, um jogo de realidade aumentada, e se tornou o produto mais baixado do planeta. O jogo Pokémon estreou de forma oficial no Brasil no passado dia 3 de agosto. Desde seu lançamento, líderes religiosos são contra o aplicativo, por acreditarem que pode ser uma conspiraçãosatânica. Sabemos o quanto o Pokémon Go está fazendo sucesso entre crianças, adolescentes e até alguns adultos, sendo a sensação do momento. Vale lembrar que existem algumas pessoas que não estão nem um pouco contentes com esse tipo de jogo.

Cristãos contra o app

O bispo da cidade de Noto, na Sicília (Itália), Monsenhor Antonio Staglianò, tem reclamado deste aplicativo.Segundo ele, este jogo é um aplicativo diabólico, que tem os mesmos efeitos de bebidas alcoólicas. O bispo chegou a procurar orientação de dois amigos advogados, para saber se existe a possibilidade de fazer uma denúncia; o religioso acredita que este aplicativo trata-se de um alarde Social.

"Pedi aos meus dois amigos advogados, Corrado Valvo, do fórum de Siracusa, e Marcello Bombardiere, do fórum de Crotone, que pensassem na natureza da denúncia", disse o bispo.

Monsenhor Antonio Staglianò chegou a comparar o jogo com o sistema nazista, e também declarou estar muito preocupado com o futuro da humanidade.

O bispo Monsenhor Antonio não é o único a reclamar do aplicativo.O Pastor Rick Wiles também considera o aplicativo um jogo demoníaco.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Religião Animes

O Pastor Rick comentou que fica chocado com a reação que o jogo causa nas pessoas, e que esse comportamento pode destruir a vida espiritual dos jogadores.

"Acredito que esse jogo não só pode acabar com a vida espiritual dos jogadores como também éum íman para demônios,"disse o pastor.

Islâmicos proíbem o jogo

Vale lembrar que na Arábia Saudita e no Egito as autoridades religiosas proibiram a caça ao pokémon, praticamente pelos mesmos motivos invocados pelos prelados cristãos citados em cima.

Não sabemos, de fato, se esse jogo realmente é demoníaco ou se isso é apenas uma reação cultural ao fenômeno.O importante é que cada usuário não permita que esse ou qualquer outro jogo deixe de ser diversão e se transforme em vício, disse o Bispo da Igreja, Monsenhor Antonio Staglianò.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo