Thomas Moore tinha apenas 8 anos de idade quando teve a linda e maravilhosa ideia de deixar seus cabelos crescerem para poder ajudar crianças com câncer. Sua ideia começou a se desenvolver com apenas 5 anos de idade, quando viu sua mãe em frente ao computador assistindo a um vídeo de quimioterapia, ondeuma linda menina, perdeuseus cabelos, e isso lhe deixou emocionado.

O pequeno garoto, aterrorizado com todas as imagens presentes novídeo, não conseguia se conformar.

Ele, constantemente, se perguntava, "como Kyssi Andrews - a menina do vídeo que lhe emocionou -, vai conseguir ter seus cabelos novamente? Como vou conseguir fazer para poder ajudá-la?" E esses pensamentos foram tomando conta dele por anos, até que ele realmente se deu conta de que ele poderia fazer a diferença.

Então, aos 8 anos, começou suanobrebatalha,ao deixar seus cabelos crescerem a fim de ajudar outras crianças que, assim como Kyssi, sofrem com o processo da quimioterapia.

Durante o seu trajeto, Thomas passou por diversas provações, como chacotas e julgamentos por parte de seus colegas de colégio.Porém, Thomas Moore não desistiu de seu objetivo e o alcançou antes de completar os 11 anos.

Infelizmente, Kyssi, a menina que o inspirou, perdeu sua luta contra o câncer. Ela morreu em julho de 2015. A mãe de Thomas relatou à uma emissora norte-americana, que o seu filho ficou infinitamente triste e abalado com a morte de sua inspiradora, a qual ele tanto queria ajudar.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
NBA

Entretanto, ele seguiu firme no caminho que havia planejado e, meses depois de sua terrível perda, quando seu cabelo atingira o comprimento desejado, ele seguiu até um cabeleireiro e finalmente pôdever o seu desejo transformado em realidade.

Sua tia, Âmbar postouuma foto do seu sobrinho antes e após o corte. Opostfoi compartilhadomais de 61.000 vezes e recebeu maisde 120.000 likes. Não é difícil perceber por que..

O cabelo que o pequeno Thomas fielmente cuidou durante três anos foi transformado em perucas e doadas a três crianças que estão lutando contra o câncer. A mãe de Kyssi escreveu, em uma de suas redes sociais: "Eu não poderia estar mais feliz. Nossa doce Kyssi deve estar extremamente orgulhosa de seu amigo, nos céus".

Thomas irá receber, em novembrodeste ano, um prêmio pela gentileza, da fundação do ex-jogador da NBADerek Anderson.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo