Se você não quiser colocar seu relacionamento à prova e acabar sozinho, trate de abandonar certas expressões que, além de não soarem muito bem para quem as escuta, podem minar a mais forte das relações. Segundo o renomado psicólogo Jeffrey Bernstein, o uso de expressões que indicam condições devem ser evitadas a todo custo para o sucesso do relacionamento. Geralmente, verbos no famoso futuro de pretérito, tais como deveria, poderia, teria, são mortais para relacionamentos.

Em entrevista a um jornal local, o psicólogo afirma que todo relacionamento é feito de concessões e muita paciência. Usar constantemente essas expressões, além de extremamente deselegante, causa um desconforto e incomoda quem escuta. Passa a impressão de que quem fala está impondo isso ou aquilo, o que é muito desgastante para o casal.

Ainda, segundo Bernstein, essas frases podem levar o casal a questionar a integridade do parceiro ou, até mesmo, sua honestidade.

Na verdade, nenhuma pessoa gosta de receber condições para isso ou aquilo e tais palavras acabam por criar desconfianças e vergonha, na maioria das vezes, o que pode ser tóxico para a relação.

A solução, segundo o estudioso, é esfriar a cabeça, respirar fundo e tentar encontrar uma maneira de dizer ao outro o que sente sem precisar impor ou, até mesmo, expor sua opinião sobre o que você faria em determinada situação.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

Isso é muito saudável para o relacionamento. Em vez de usar a expressão “você deveria”, seria mais viável usar “não seria melhor se você”. São pequenos e valiosos detalhes que evitam brigas e discussões desnecessárias.

Mudar a forma de falar com o parceiro vai ser muito útil para ambos. O psicólogo ainda afirma que até pode demorar um pouco perder velhos hábitos de falar, mas, com um pouco de esforço e calma, pode fazer grande diferença na vida a dois.

A forma de falar conta, e muito, na hora de tomar certas decisões e isso vale para todas as pessoas, independente de classe social ou condição financeira. Pensar antes de falar ainda é o melhor remédio e evita muita dor de cabeça.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo