Quase ninguém imagina [VIDEO], mas os marmanjos também sofrem algumas pressões quando o assunto é sexo e virilidade. O correto comportamento social também é exigido neles, talvez não na mesma proporção das mulheres, mas algumas questões são levadas em consideração. Existem alguns mitos sobre o universo sexual masculino que as pessoas precisam saber ao invés de ficar se preocupando sem motivo algum.

O primeiro mito e talvez o mais importante que precisa ser esclarecido é o de que os homens pensam em sexo mais do que as mulheres. A questão é cultural e o homem, de uma certa forma, tem permissão de expressar seus desejos e fantasias sexuais.

Também é permitido expor toda a virilidade para ele, o que não quer dizer que elas não pensem também. Mas a sociedade faz as mulheres serem reprimidas nesse quesito. O segundo mito é que dizem por aí que homens que assistem a filmes pornográficos perdem, aos poucos, o interesse em suas parceiras. Isso não tem nada a ver e o fato de terem esse hábito, não quer dizer que estão sem tesão por elas, que aliás, alguns homens dizem que até apimentam a transa com a amada depois que assistem a uma sessão pornô.

Mais um mito que precisa de esclarecimentos é aquele que diz que quando o homem quer ser penetrado durante o sexo, ele é bissexual ou gay. O ânus possui várias terminações nervosas e pode proporcionar prazer para ambos quando estimulados, o que não tem nada a ver com orientação sexual. O mito de que homem que quer fazer sexo toda hora, tem algum problema, também precisa ser repensado pelas pessoas.

Os melhores vídeos do dia

Isso mostra que ele tem muito desejo pela parceira que o satisfaz plenamente. Claro que não pode ser de maneira, digamos, excessiva. Tudo tem um limite.

Outro mito é que se o homem broxou, ele perdeu o desejo na parceira. Isso não tem nada a ver e pode ser por questões físicas ou emocionais, como cansaço e estresse. Até mesmo algumas preocupações como uma resposta de um emprego podem tirar o desejo momentâneo do homem, pois afinal de contas, somos de carne e osso, concordam?