Atualmente há muitos alunos nas salas de aulas com idade avançada para sua escolaridade. São estudantes, entre jovens e adultos, que pararam seus estudos muito cedo. Muitas pessoas já estão trabalhando, mas acreditam que podem conseguir um emprego melhor e por isso eles voltam a estudar para se qualificarem e melhorarem o seu currículo profissional.

Fatores que dificultam a permanência de jovens e adultos nas salas de aulas

São vários os motivos que dificultam e impossibilitam esses estudantes de continuarem seus estudos.

Um dos motivos mais relatados é o de terem começado a trabalhar cedo para ajudar suas famílias no sustento de casa e, estes trabalhos são difíceis e exigem um grande esforço físico. Devido a isso, o cansaço os distanciavam da escola. Outro fator na vida das pessoas é o filho inesperado que também cria obstáculos, principalmente no que diz respeito às mulheres, que tem que amamentar o bebê.

Motivos que levam a voltar para a sala de aula

Com o passar do tempo acaba ficando difícil arrumar um bom emprego, pois o mercado de trabalho está contratando as pessoas que já concluíram, e também a necessidade de obter outros conhecimentos e aprendizagens que irão auxiliar para vida toda.

E são esses os motivos que tem levado esses cidadãos a voltar às salas e concluir seus estudos e até mesmo fazer cursos ou uma faculdade. Atualmente o funcionário que tem vários cursos em seu currículo tem uma grande facilidade de contratação e maior chance de crescer dentro de uma empresa.

A colaboração governamental

Com o intuito de ajudar a população que ainda não concluiu seus estudos, o governo brasileiro já criou vários projetos que facilitam a vida do estudante que quer garantir seu certificado, para poder ingressar no mercado de trabalho.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Educação

O projeto EJA (Educação de Jovens e Adultos) que já existe desde do tempo colonial ajuda em toda trajetória estudantil, do ensino fundamental até o terceiro ano do ensino médio e, ao longo desse período, vem sendo multiplicado cada vez mais. Dessa forma, o que se vê é um aumento de pessoas qualificadas no país, pois o aluno que ficou muito tempo sem estudar pode cursar duas séries no mesmo ano e, assim, poder terminar o curso em menos tempo.

Os estudantes do EJA que já estão fazendo primeiro e segundo ano do ensino médio também tem a possibilidade de realizar a prova do ENEM. Além disso, sabendo que os alunos têm trabalho, família e outras grandes responsabilidades, a carga horária é reduzida de quarenta minutos para trinta e cinco minutos por aula. O aluno deve ter estudado pelo menos 75% do curso e ter boas notas para conquistar seu certificado.

O que precisa melhorar?

Porém, ainda existem muitos problemas que precisam melhorar na educação brasileira para que o país tenha uma educação de qualidade, por exemplo, nas áreas de investimentos do governo, as escolas sucateadas com falta de carteiras, bebedouros e materiais para que os professores possam fazer seus trabalhos. Outro problema é a baixa remuneração dos profissionais da área.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo