A apenas alguns dias de seu terceiro filho nascer, Kelly Key posa com os outros dois e diz estar muito feliz e realizada.

A cantora postou no aplicativo Instagram uma foto com seus filhos Suzana e Vitor contendo uma declaração muito emocionante. Ela diz que quando era criança sonhava em ter uma filha e morar com ela em uma casa rosa, pode-se notar que sempre desejou ser mãe.

Quando deu à luz sua primeira filha, logo pensou que queria ter um menino também e então, após cinco anos Kelly Key ficou grávida de Vitor.

Disse também que mesmo já estando plena e realizada, Deus tinha outros planos e então a presenteou mais uma vez e atualmente está na sua terceira gestação, faltando dias para o Artur nascer. Ela também deu sua opinião sobre os tipos de parto, seja normal, cesariana humanizada ou não, naturalizado ou até mesmo adoção, o que realmente importa é a maternidade. A cantora diz que para ela os filhos a completam e que são indispensáveis para a sobrevivência de qualquer pai e mãe.

Vale lembrar que o caminho até aqui não foi fácil, Kelly Key diz também ter sofrido o luto do aborto, assim como muitas mulheres, duas vezes. Ela diz que o mais marcante foi antes de Vitor nascer, quando perdeu uma menina, pois quando voltou à luta para tentar engravidar de novo, descobriu que tinha uma inflamação nas trompas, mas que com dois meses de tratamento já estava curada e felizmente grávida de novo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

A cantora além de compartilhar sua experiência também deu um conselho às mulheres: “(...) cada gravidez é uma gravidez... Mesmo com 2 abortos tive 3 gestações perfeitas e tranquilas! Tudo no seu tempo! A dor do aborto passa... A cicatriz daquele sofrimento te amadurece! Te faz mais forte ao longo do tempo!“. Kelly Key também agradece ao marido por estar do seu lado e diz que sua presença foi fundamental em todos os momentos.

É muito importante pessoas com essa influência dividirem suas experiências pessoais para que outras mulheres e famílias possam ser ajudadas e verem que não estão sozinhas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo