Lamanda Brown e os seus quatro filhos foram morar na rua depois que o seu marido morreu. Ele é quem sustentava toda família. O governo norte-americano ficou sabendo desse caso e alojaram a família num bairro de casas sociais de Detroit, no Michigan, Estados Unidos. Mas eles ainda não tinham condições nenhuma de comprar mobília para sua casa e só tinham um colchão e alguns cobertores para dormir.

Até que uma organização de caridade chamada ‘Humble Design’ resolveu ajudar e encheu a casa, que antes era vazia, com mobílias doadas para ONG, conforme explica o New York Post.

Lamonde, o filho mais velho de Lamanda Brown, de 11 anos, chorou ao ver o seu quarto pela primeira vez todo mobiliado.

Uma das mulheres da ONG perguntou para ele, antes de entrarem, onde ele tinha dormido na noite passada e ele disse que dormiu no chão. Quando lhe perguntaram o que desejava ver no quarto, ele respondeu “uma cama”. Quando a viu, começou a chorar e disse: “É linda”.

Veja o vídeo:

Esse vídeo divulgado no Facebook do New York Post vem ganhando muita popularidade e já foi visto mais de meio milhão de vezes, e vem emocionado muitas pessoas.

Nos comentários muitos expressam sua emoção e alegria ao ver a reação do garoto e sua família.

"O garoto só deseja 2 coisas que, para maioria, é algo simples e não parece ser muito importante. Um teto sobre sua cabeça e uma cama para chamar de sua.", "Este é o melhor post que eu vi no Facebook em meses. Estou esperançosa com o nosso futuro, Deus abençoe as pessoas que ajudam os menos afortunados e Deus abençoe esta bela família."; "Ainda existem pessoas boas no mundo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento Curiosidades

Espero que a família cuide do que é dado a eles, tenho certeza que eles vão ajudar outras pessoas com necessidade no futuro. Deus abençoe este grupo e boa sorte a esta família", comentaram algumas pessoas no vídeo.

Gestos como esse vêm ganhando popularidade nas redes sociais. As pessoas fazem questão de compartilhar histórias como a dessa família. Só esse vídeo já tem mais 5 mil compartilhamentos e 438 comentários.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo