O Ateísmo nunca esteve tão em voga e em crescimento quanto agora, mas, estará o ateísmo em expansão e as religiões fadadas a diminuírem? No atual crescimento do secularismo veio em conjunto um crescimento do ateísmo, uma descrença crescente em vida após a morte, Deus, ou outros assuntos de cunho religioso. Muito se tem levado a publico discursos com temas que abordam defeitos e prejuízos que religiões trouxeram para a humanidade e podem trazer para indivíduos.

Muitos apostam no crescimento do secularismo sem levar em conta o exponencial crescimento do islamismo, que superará em breve o cristianismo. Fazendo repetir na história a força que uma Religião possui em preservar uma cultura.

Raízes da civilização

Antropologicamente pensando não há como desassociar a religião do desenvolvimento humano. A religião nasceu naturalmente e espontaneamente em toda e qualquer cultura, por razões de necessidades ligadas à sobrevivência e a fenômenos meteorológicos.

Toda formação pré-tribal evolui em volta de algum sistema de crença. Sistema este, atrelado a perguntas filosóficas primárias como “Onde? Por quê? Como?”. Perguntas voltadas para fenômenos observados, como as chuvas, raios, doenças, a morte, etc.

Através de sistemas de crenças se desenvolveram mitologias, perpetuando arquétipos, dando identidade a futuras civilizações. Através da religião que todo o folclore e cultura de um povo começam a ser formado, assim como todo primeiro sistema de condutas e organização.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Religião

Segundo a antropologia não há como tirar a religião da formação e do crescimento natural do desenvolvimento e evolução de um povo. Todos os povos da Terra começaram a se organizar em volta de sistemas religiosos.

Religião como identidade

A ascensão do secularismo atualmente muito presente pode estar correlacionado a certa segurança material, política e científica que a contemporaneidade nos apresenta.

Mas apesar da aparente tendência do secularismo superar em número as culturas religiosas, dados apontam para um exponencial crescimento da religião islâmica. O crescimento do Islamismo se dá tanto ao crescimento populacional desta cultura quanto à sua forte característica de não abrir mão de suas tradições e costumes, resistindo com mais facilidade ao secularismo. Há previsões em que os muçulmanos irão crescer duas vezes mais rápidos que toda a população mundial até 2050.

Dentro deste quadro fica difícil enxergar crescimento do secularismo.

Há estudos que debate o quanto a religião pode está ligada à natureza humana. Pesquisadores estão chegando a conclusões que até alguns animais como os chimpanzés praticam uma espécie primária de religião. Chimpanzés apresentam repetidos comportamentos que indicam prática ritualística dentro de um sistema de crença primária. A curiosa descoberta pode ajudar os pesquisadores a aprender mais sobre a base dos rituais e religiões humanas.

Em toda a história uma cultura se sobressaía à outra pela quantidade numérica, se caracterizando pela sua religião. Da religião vêm os hábitos, condutas, costumes, folclore e identidades que distinguem povos, firmando cultura.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo