É claro que muitos que entraram para ler o artigo julgaram o conteúdo pelo título. Muitos leram o título e acharam se tratar de um artigo machista e já se revoltaram sem mesmo entender do que se trata. Outros podem esperar ler nesse artigo uma carta de apoio a Marcos Harter e José Mayer. Nem um e nem outro. Esse artigo trata de tirar sua visão da solução e levar novamente ao problema.

No caso de José Mayer, o próprio ator tentou se redimir com uma carta aberta, assumindo o assédio a figurinista Su Tonani.

A figurinista, que teve o apoio de muitas atrizes da Globo, algumas inclusive já assediadas também pelo galã, conseguiu o pedido de desculpas, após realmente ganhar eco de suas denúncias. Camila Pitanga disse, inclusive, que denunciou para diretores e não teve nenhuma resposta.

Só que muitos não sabem que a denúncia já havia sido feita há um mês, inclusive noticiada aqui na Blasting News. Su Tonani havia feito um pedido desesperado a Leo Dias, imaginando que o canal do jornalista de celebridades seria a melhor forma de ganhar o tal 'eco'.

Na ocasião, a Globo se limitou a dizer que as denúncias de caráter particular não seriam investigadas, pois a emissora não se envolve na vida privada de seus colaboradores. Su Tonani na época disse que já havia ido ao RH denunciar o caso. Só depois que sua carta foi publicada, retirada e depois publicada novamente em uma coluna da 'Folha de S. Paulo' que o assunto ganhou repercussão.

E por que a Globo decidiu tomar a atitude contra o ator?

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Televisão

Um dos motivos, talvez o maior, foi porque a opinião popular se voltou toda contra ela. O clamor das redes sociais, do segmento de mulheres da própria emissora e a pressão da outras mídias fez com que a Globo se pronunciasse. Então por que não o fez, no momento da denúncia, há um mês?

Então vocês realmente acreditam que se o caso não tivesse ganhado repercussão nacional, algo seria feito? Então concluam vocês mesmos se o ato como um todo foi correto.

A punição é justa! Mas foi feita da maneira correta? O correto não seria apurar desde o início as denúncias? Talvez se algo fosse feito quando Camila Pitanga tentou denunciar, Su Tonani não seria uma vítima agora.

Em suma, a atitude só foi tomada quando a pressão ficou insuportável. Cabe você julgar então se isso está correto.

No caso de Marcos Harter, aconteceu exatamente a mesma coisa. Emilly já havia mostrado os braços roxos, as imagens eram claras, mas a Globo só decidiu agir quando o clamor social gerou uma pressão tão grande que a polícia foi acionada.

Só então, constatadas as agressões físicas e psicológicas, por um agente externo, e segundo Tiago Leifert, a Globo decidiu se pronunciar.

Desde a lei Maria da Penha, se engana quem acha que em briga de marido e mulher ninguém deve meter a colher. Uma denúncia, mesmo contra a vontade da vítima, pode virar um processo de Justiça e render prisão ao acusado. Não exatamente sendo esse o caso de Marcos, que tem sua parcela de culpa, mas também foi muito pressionado pela produção do programa e instigado a protagonizar.

Sua família, que saiu em sua defesa, atribuiu exatamente a essa pressão do programa o fato de Marcos explodir.

Então a Globo agiu certo ao punir os dois? Sim! E agiu de forma correta nos dois casos, desde o início? Aí fica para sua reflexão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo