Muito se tem falado sobre fim do mundo, profecias de Nostradamus, 3ª Guerra Mundial, cavalgada dos quatro cavaleiros do Apocalipse, tudo como uma forma de mostrar ou mesmo querer provar que o planeta e sua inteira população global rumam para condições de flagelo nunca dantes vistas por nenhuma testemunha. Por outro lado, como diz o relato histórico, quando o Apóstolo de Jesus Cristo, João, esteve exilado na ilha grega de Patmos, no Mar Egeu, sob o domínio do Império Romano, esse escreveu o último livro das Escrituras Sagradas, chamado justamente de Apocalipse ou que em tradução livre do grego significa “Revelação”. Enfim, embora possa parecer inacreditável, o livro de Revelação ou Apocalipse fala de um futuro promissor para os humanos praticantes do bem e que cumpram alguns outros pré-requisitos.

Entretanto, independente da religião ou exercício do livre arbítrio de cada pessoa, é fato, como dito anteriormente, que ultimamente tem eclodido “especialistas” pelos quatro cantos prevendo que a inteira sociedade global irá mergulhar em um período de trevas que conduzirá a tão temida 3ª Guerra Mundial com fundo nuclear, cujo estopim será a degradação completa dos contextos atravessados tanto pela Coreia do Norte quanto pela Síria.

Não é à toa que o místico Horacio Villegas, que para muitos não passa de mais um charlatão e oportunista que surge vez ou outra, aproveitando-se dos burburinhos das notícias que surgem repentinamente e somem com a mesma velocidade, disse ter previsto a vitória “inconcebível” do então candidato republicano Donal Trump como presidente dos Estados Unidos.

Os melhores vídeos do dia

O mesmo Villegas agora vem a público anunciar para todos, que não tarda, ou melhor, que terá o seu início neste ano de 2017, a 3ª Guerra Mundial. Tudo porque dias atrás Donald Trump ordenou que a Síria fosse atacada por 59 destrutivos mísseis “Tomahawk”.

Mas parece que Horacio não fala nenhuma novidade quando diz que os principais protagonistas desse conflito global serão os EUA, a China, a Rússia, e a Coreia do Norte. O fato mais inusitado; porém, é que Horacio Villegas até estipulou uma data para o começo da guerra global, que será em 13 de maio de 2017, a mando novamente do controverso presidente dos Estados Unidos da América. Por outro lado, o “vidente” afirmou também que o conflito generalizado terá o seu fim pontuado em 13 outubro de 2017; todavia, não antes de ocasionar muita destruição e morte.

​Para os interessados em temas de escatologia ou que tratam do fim do mundo, a data de 13 de maio no calendário tem uma razão de ser, pois marca o centenário das manifestações de Fátima no país da península ibérica, que é Portugal.

Quanto a data de 13 de outubro de 2017, há uma correlação direta com a 6ª e também a última manifestação mariana da mesma Fátima, ou seja, conforme reza a tradição, a “santa” católica anunciou que a guerra iria terminar e os combatentes retornariam para os seus lares. Palavras essas que no século passado, foram entendidas como algo profético marcando o fim da 1ª Guerra Mundial.

Não deu outra, Horacio Villegas se utilizou do mesmo cenário e até das mesmas palavras no sentido de dar suporte a sua teoria sem embasamento científico algum.