Com a crise na península coreana aumentando a passos largos e com os Estados Unidos, a Coreia do Sul e o Japão mobilizando recursos militares impressionantes da região, é comum que as pessoas se perguntem o motivo de os Estados Unidos não atacarem a Coreia do Norte, já que a potência norte-americana é "bem servida de armas e de recursos", tanto materiais quanto humanos.

Para que essa pergunta seja respondida, é preciso primeiro compreender a Guerra da Coreia.

Guerra da Coreia

A Guerra da Coreia começou em 1950. De um lado, estavam comunistas norte-coreanos - liderados por Kim-un Sung (avô do atual ditador Kim Kong-un) - apoiados pelos comunistas chineses e soviéticos; de outro, os sul-coreanos, totalmente apoiados pelos Estados Unidos da América.

A guerra foi sangrenta. China, EUA e a antiga União Soviética lançavam nos campos de batalha literalmente todo o arsenal armamentício de que dispunham.

Depois de pouco mais de três anos de guerra, com baixas de mais de 4 milhões de pessoas, incluindo militares e civis, foi assinado um armistício em junho de 1953, colocando uma "pausa" no conflito. Tecnicamente falando, a Guerra da Coreia não acabou. Ela apenas estaria "suspensa" até o momento.

Como consequência deste "tratado", foi criada uma faixa militarizada gigantesca, que hoje separa as duas Coreias.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

Atualmente, essa área só é de passagem autorizada para militares e concentra enorme poder de fogo, de ambos os lados.

Contudo, a parte da "Coreia do Norte", ao longo dos tempos, foi agregando milhares de armamentos, como artilharias, antitanques e muitos outros, com altíssimo calibre, de 170 a 330 mm, ou seja, com poder de destruição gigantesco. Boa parte dessas armas está apontada para as defesas sul-coreanas, mas o restante delas apenas aguarda eventual ataque à capital da Coreia do Sul, Seul, que fica a apenas 50 km da "divisória". O local é intensamente habitado, tendo mais de 25 milhões de habitantes.

Coreia seria capaz de combater com os EUA?

A princípio, em vista dos modernos armamentos norte-americanos, seria bem improvável que a Coreia do Norte conseguisse realmente guerrear com os EUA.

Entretanto, permanece a preocupação com a capital da Coreia do Sul. Especialistas acreditam que esta seria atingida em pouquíssimo tempo se uma guerra fosse declarada pelos Estados Unidos. Além disso, que é bem difícil que os norte-coreanos usem armas nucleares, até porque qualquer retaliação vinda dos EUA e seus aliados certamente varreria a Coreia do Norte da Terra.

Assista ao vídeo para mais informações:

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo