Caíram por terra os argumentos da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva quanto à honestidade do ex-presidente ao ser noticiado a lista de bens bloqueados dele pelo juiz federal da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, Sérgio Moro.

Moro, que é o responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, ordenou que o Banco Central bloqueasse as quantias encontradas nas contas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para cobrir um rombo de aproximadamente R$ 16 milhões que a Petrobras teve de prejuízo por conta de negociatas intermediadas por Lula, segundo denúncia do Ministério Publico Federal acatada pelo magistrado.

O Banco Central declarou que foram encontrados cerca de R$ 397 mil em uma conta no Banco do Brasil, R$ 187 mil em duas contas na Caixa Econômica Federal e R$ 21,5 mil no Itaú, totalizando pouco mais de R$ 600 mil.

Nas redes sociais, defensores de Lula questionaram sobre os valores apreendidos, alegando que R$ 600 mil era uma economia perfeitamente compatível com o tempo de trabalho do ex-presidente, parecendo ignorar o fato que na ordem do juiz Sergio Moro também constava o confisco de quatro imóveis (três apartamentos e um terreno) e dois dos três automóveis que constam em nome de Lula, uma Ford Ranger 2013 e um Chevrolet Omega 2010. O terceiro veículo, uma Ford F-1000 ano 1984, Moro descartou por considerar que seu valor era inexpressivo.

Só que mais estava por vir.

R$ 9 milhões em previdência privada

Além do patrimônio já descrito, nesta quinta (20), a BrasilPrev Seguros e Previdência, empresa de previdência privada do Banco do Brasil em associação com outras empresas, declarou que, por ordem da Justiça, bloqueou o saldo de duas contas de previdência privada cujo beneficiário é o ex-presidente Lula, que totalizavam mais de R$ 9 milhões.

O patrimônio de Lula teve um incrível aumento de 360% desde que terminou seu segundo mandato de presidente em 2010, quando onde declarou ao leão do Imposto de Renda um patrimônio de R$ 1,9 milhão no final de 2010.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Sergio Moro Lula

Até o final de 2015, Lula declarou que seus bens eram de aproximadamente R$ 8,8 milhões. Os documentos apresentados pelo ex-presidente à Receita Federal daquele ano afirmavam que essa quantia foi obtida através da LILS, empresa de palestras que Lula criou ao sair da presidência.

O problema é que as tais palestras foram pagas em sua maioria por empreiteiras envolvidas na Lava Jato e não há nenhum registro em vídeo de todas essas palestras nas redes sociais.

Também nas redes sociais, o senador pelo estado de Goiás Ronaldo Caiado relembrou que disputou com Lula a Presidência em 1989, quando Lula o rotulou de "latifundiário e candidato dos ricos" e que hoje é Lula que tem "um patrimônio milionário que nem consegue explicar de onde veio". Veja o post:

Uma nota oficial do Partido dos Trabalhadores afirma que os bens de Lula "são compatíveis com o de uma pessoa de 71 anos que trabalha honestamente desde criança".

A pergunta que não se cala é: quantos idosos brasileiros honestos que trabalham desde criança conseguiram amealhar um patrimônio dessa monta?

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo