Devido seus discursos similares em alguns pontos, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), possível candidato à Presidência do Brasil em 2018, são muitas vezes comparados e ditos "iguais" por alguns eleitores brasileiros, mas será mesmo que isso é um fato? Conheça um pouco sobre a história de cada um e veja as semelhanças e diferenças entre eles.

Jair Bolsonaro

Bolsonaro é um militar de classe média e com uma carreira politica. Integrando um pequeno partido, desconhecido pela maioria da população do país, está longe de ser majoritário na Câmara Federal ou no Senado. Sobre suas ideias, o deputado do Rio defende com unhas e dentes o estatizante regime militar brasileiro e ainda é a favor do liberalismo econômico.

Já sobre a questão do armamento, Trump e Bolsonaro dividem a mesma opinião, de que se deve, sim, armar o povo. A diferença está na preparação de cada país para tal ação, mas isto não vem ao caso. Há que se dizer a respeito da homossexualidade, o politico brasileiro é acusado de criticar gays só por serem gays, o que o classifica como homofóbico. Bolsonaro também é contra o aborto e se refere aos imigrantes como escoria do país.

Donald Trump

Trump, por sua vez, nasceu em berço de ouro, nunca foi politico, mas soube usar a herança do pai para se tornar bilionário. Desde cedo já era conhecido por todos em Nova York, sempre opinando em diversos assuntos na televisão e sendo capa de várias revistas. No meio político, foi um doador de campanha, inclusive de Hillary Clinton.

Além disso, também foi apresentador de programa de TV.

Um bem-sucedido programa da TV, aliás. Diferente de Bolsonaro, o atual presidente dos Estados Unidos integra o Partido Republicano, um gigante americano que controla o Senado, a Câmara dos Deputados e a maior parte dos governos estaduais.

Economicamente, Donald é protecionista, ou seja, contra o livre mercado e é contra estatais. Embora seja contra o casamento gay, possui muitos amigos homossexuais e evita se envolver em conflitos relacionados a eles.

Apesar do direito do aborto ser legalizado no país, o presidente é contra tal medida. É considerado "islamofóbico" devido suas propostas de barrar muçulmanos nos EUA, o que inclui o presidente da Indonésia, Zidane e Malala. Ainda classificou imigrantes sem documentos do México como estupradores e criminosos.

O fato é que, independente de suas propostas, ambos, Trump e Bolsonaro, são idênticos em suas declarações polêmicas e o estilo excêntrico e politicamente incorreto. Como podemos ver, esses dois ainda vão dar muito que falar. #Governo #Donald Trump