Devido à rotina agitada da sociedade atual, estamos praticamente vivendo no modo piloto automático. Podemos perceber isso em situações, por exemplo, no qual acabamos de ler uma página de um livro e nos damos conta que não recordamos mais o que lemos, quando guardamos alguma coisa e segundos depois, sentimos a sensação de vazio e perda, já não recordando mais aonde colocamos esse objeto. Ou simplesmente algo que acabamos de falar e ao tentar lembrar já não sabemos mais o que foi dito por nossa própria boca.

Estamos vivendo num estado de consciência ao contrário do ideal, que seria o estado mindful

Mindful é uma palavra derivada de mindfulness, que tem por significado um estado de atenção plena ao momento presente, com foco total e sem reatividade.

Tem origem na psicologia budista há mais de 2500 anos, e no Brasil está cada vez mais presente como foco de estudos de comunidades científicas médicas. Essa prática está sendo tão difundida internacionalmente que instituições de ensino como Harvard, UCLA, Stanford e MIT já possuem como disciplina em seus currículos acadêmicos. E empresas como Google, Apple e Twitter, fornecem aos seus funcionários as chamadas meditações mindfulness.

Para nossa reflexão, quanto tempo ao longo do dia, realmente estamos presente em totalidade e sem julgamento ao momento presente? Se grandes empresas, universidades e grupos científicos já estão adotando tal prática, não seria essa importante para todos nós?

Encontrar sua atenção plena pode ser o passo inicial e decisivo para uma vida mais equilibrada, abrir mão de julgamentos automáticos e condicionados.

Ou seja, criar um espaço de tempo entre observar, julgar e agir, isso irá trazer a pessoa uma diminuição das atitudes refletidas e automáticas, obtendo assim efeitos como bem-estar, inteligência emocional, autocompaixão e criatividade.

Onde quer que você esteja, permaneça lá mentalmente. Até mesmo nos momentos mais simples, como ouvir uma musica em seu quarto relaxado, ou tomar um banho. Se sua mente sentir vontade de sair dali, simplesmente se desconecte ao externo e volte para cada centímetro de detalhes daquela experiência. Tente fazer isso por pelo menos 21 dias, pois segundo estudos, tudo que fazemos por esse período de maneira constante acaba virando um hábito. Somente pratique, transforme isso num hábito, pois infelizmente já passamos grande parte de nossa vida pensando no passado ou no futuro.