Assim descrevem seus seguidores e aqueles que o apoiam. É um militar da reserva e político brasileiro [VIDEO] que cumpre atualmente o seu sexto mandato na Câmara dos Deputados do Brasil, eleito pelo Partido Progressista (PP). Imprescritível notar como os bons costumes do exército foram herdados neste homem, exemplo de disciplina, retidão e honestidade.

Seu discurso direto e objetivo, expondo seu ponto de vista em meio a tantos contrários o coloca na posição de um dos deputamos mais polêmicos do país. Mas seria ele realmente uma solução para o Brasil? Há aqueles que dizem que sim, outros dizem que não, mas é necessário refletir no quadro atual em que o país se encontra.

Vive-se em uma época onde a crise financeira está alarmante no Brasil, decorrente da má administração do dinheiro público. É preciso saber lidar com a economia do país e ele mostrou que entende do assunto, conforme o vídeo:

Não só de economia como também entende de segurança pública, visto que as duas maiores áreas em nosso país que são base para o crescimento é a economia e a segurança, sem a segurança a economia não flui bem como a saúde e educação. O cidadão de bem vai trabalhar 8 horas por dia para ganhar um salário mínimo e comprar através do seu suor um bem material. Quando o roubam, muitas vezes o motivo é para abastecer o tráfico através de outros roubos ou simplesmente para ostentar, usufruindo do veículo sem pagar nenhum imposto. Quando preso, dias depois está solto. Essa é a realidade.

O motivo

Já faz um tempo que o brasileiro está cansado de tanta corrupção, impunidade e deficiência financeira. Com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o seu vice Michel Temer assume a o posto mais alto do executivo. Desta feita, medidas são tomadas pelo novo presidente um tanto impopulares como a Reforma da Previdência e a PEC 241/55 do Teto de gastos públicos.

O Brasil [VIDEO] é rico em seus recursos naturais e por que não explorá-los? Outra coisa é cortar os inúmeros benefícios que parlamentares recebem. Enquanto os que estão no poder não parar de olharem para o seu próprio umbigo, a nação nunca irá crescer. O pobre ficará cada vez mais pobre sustentando os ricos, enquanto os ricos cada vez mais ricos escravizando a nação brasileira. É preciso alguém para nos fazer olhar adiante, confiantes de que ainda há esperança para o Brasil.

O certo é esperar 2018 para saber quem vai ser o nosso Presidente e torcer para que ele torne o Brasil um país mais digno e melhor para todos os brasileiros.