No ultimo domingo (13), quando se comemorou o “#Dia dos Pais”, aconteceu uma grande tragédia que deixou os moradores de Guaraci, no interior de São Paulo, chocados e também muito revoltados. Anna Victoria Corrêa [VIDEO]e Rosicleia Da Silva, respectivamente filha e mulher do agente penitenciário Ronaldo da Silva Corrêa, foram mortas por ele a tiros. A menina tinha apenas 18 anos, a mulher, 46 e ele, 49. O crime deixou as pessoas mais chocadas por ter ocorrido justamente no Dia dos Pais e ainda, pouco tempo antes, a filha do agente havia feito uma #homenagem para ele nas redes sociais. Depois do ocorrido, Ronaldo se matou.

O filho do casal, de apenas cinco anos, presenciou todo o crime, mas felizmente conseguiu escapar.

O caso é um mistério para as pessoas e para os policiais, que não entendem o que levou esse homem a cometer um ato tão cruel.

A vizinhança diz que se tratava de um casal muito tranquilo e que se dava bem com todos da região.

O crime aconteceu bem no meio da tarde, em frente à casa que a família morava há anos. Os vizinhos falaram que ouviram muitos gritos e, depois, inúmeros disparos. As pessoas, que depois saíram para ver o que havia acontecido, já encontraram os corpos sem vida no chão.

Ronaldo foi levado para a Santa Casa de Barretos e veio a falecer durante a madrugada. Os corpos da filha e da mulher do agente foram levados para o velório geral de Guaraci. Já o filho de cinco anos que sobreviveu a tudo isso está na casa de parentes, até que a justiça decida o que vai ser feito a respeito dele.

A polícia está perplexa e tentando entender o que teria motivado esse crime tão bárbaro, cometido por um pai aparentemente tranquilo. Era uma família que todos que conheciam diziam se dar muito bem, mas o fato é que a tragédia acabou em três mortes e um menino de cinco anos traumatizado e agora sem um destino certo. Sem falar que nada justifica tamanha atrocidade. Será que Ronaldo tinha problemas mentais e teve um surto psicótico? Até então, não se tem nenhum parecer de que ele possuísse algum problema, muito menos uma razão que o levasse a fazer o que fez.

Infelizmente, notícias como essa são vistas todos os dias nos jornais, televisões e sites. Crimes que deixam a população abismada com tanta atrocidade e violência, totalmente sem motivos e sem razão, fazendo de vítimas pessoas inocentes, que são atacadas e mortas covardemente, sem nenhuma explicação.

É provável que nunca se saiba o que realmente aconteceu na tarde de domingo, já que Ronaldo da Silva Corrêa, [VIDEO]o autor do assassinato, também se suicidou, em um ato de mais uma covardia em que, nem pelos seus crimes ele irá pagar, porque a morte é muito pouco para quem comete tamanha atrocidade. #Assasinato