O Flamengo [VIDEO] é um clube de uma magnitude gigantesca, todos sabem. Além disso, tem a maior torcida do mundo. Portanto, jogar no #Flamengo não é para todos, e sim para poucos. A pressão por resultados positivos nesse time é proporcional ao tamanho de sua grandeza. Para vestir esse manto sagrado, o jogador, seja ele qual for, precisa entender o que é ser Flamengo, saber quão grande é a responsabilidade de representar essa equipe, conhecer quais são os seus ídolos e saber porquê chegaram a esse posto.

O atleta que chega para vestir o manto sagrado precisa desde o primeiro minuto encarnar o espírito rubro-negro. Um espírito de raça, determinação e fé.

Jogar no Flamengo é acreditar até o fim que ainda pode reverter um placar adverso, é acreditar que um campeonato aparentemente perdido ainda pode ser conquistado. O Flamengo precisa retomar o seu espírito vencedor. Esse que fez do Flamengo campeão do mundo em 1981 e tornou um título em 2009 de impossível para possível.

Aos responsáveis pela administração do clube, não adianta ter dinheiro, contratar todos os bons jogadores disponíveis no mercado, se não houver um sangue rubro-negro [VIDEO] correndo nas veias do atleta. Os profissionais do clube precisam entender que perder faz parte do campeonato, mas a derrota nunca pode ser aceita, ela precisa incomodar no mais profundo da alma. Um rubro-negro jamais aceita com passividade estar perdendo uma partida, um campeonato; ele vai atrás da vitória até o fim.

Os atletas rubro-negros precisam aprender o que é ser Flamengo de verdade, entender que representar essa camisa é carregar uma história gigante em seu peito e essa história precisa se manter intacta.

Ainda, o clube precisa trazer de volta o seu torcedor característico, aquele que enchia o Maracanã com mais de 100 mil torcedores e fazia o estádio tremer, cantando os noventa minutos e atemorizando seus adversários. Hoje os adversários não temem enfrentar o Flamengo em sua casa, a torcida que está lá não assusta mais, pois só apoia quando está vencendo ou só canta alto quando o time está atacando. Estão mais preocupadas em tirar selfie para mostrar nas redes sociais e esquecem de representar a magnética da forma correta, de como é respeitada no mundo inteiro.

A modernização do clube é algo fundamental e a gestão Eduardo Bandeira tem papel importante nela, entretanto, desde que não seja danosa ao seu maior patrimônio, o torcedor. O Flamengo é um time de massa e foram esses que o fizeram ser o que ele é hoje, gigante! #DNA Rubro-Negro #Brasileirão