“Gentileza gera Gentileza”

A famosa frase criada por José Datrino um andarilho das ruas do Rio de Janeiro, mais conhecido como Profeta Gentileza, pregava palavras gentis para as pessoas mais necessitavam, trazendo conforto, amor e tranquilidade.

Em nosso dia a dia, é comum usarmos esse ato tão arcaico para que as portas da oportunidade se abram. Em uma opinião particular, a #gentileza surge na vida de cada um trazendo a calma nos pensamentos, tranquilizando formulações de ideias e a realização das mesmas.

Infelizmente essa atitude surge nos momentos que mais precisamos, com o pensamento de que fazemos para os outros aquilo que queremos que façam para nós.

Quando a ação em si é genuína, sem segundas intenções, a gentileza se torna a forma mais pura de se apresentar, através do carinho. Um sorriso simpático, um desejo de bom dia e aperto de mão cordial são ações que se tornaram parte de uma rotina. Algo não rotineiro acaba sendo esquecido tão râpido quanto surgiu em nossas vidas, assim como o motivo de tal ação existir.

A gentileza traz leveza, em momentos de leitura, ao deitar a cabeça no travesseiro – afinal os problemas se encontram sob ele – e ao desfrutar de algo que lhe proporciona alegria.

Traz também a sabedoria, para avaliar as palavras, agir no momento certo e diferenciar aborrecimentos de problemas.

Trabalhando em cima de uma frase pouco avaliada, mais usada por muitos. A falta de gentileza pode trazer um desconforto na vida de qualquer pessoa.

E a palavra desconforto, tem um significado amplo, como: egoísmo, infelicidade, crítica e negatividade, entre outros.... Diminui a vida e faz crescer a egocentricidade e a falta de amor ao próximo.

Se um ato tão comum, como a gentileza [VIDEO], é usado para ajudar a nós mesmos, por que não usar para ajudar os outros? A transmissão de pensamentos, humor elevado e a alegria formam um caráter melhor.

Estamos vivenciando um período onde esse gesto está em falta em nosso dia-a-dia então corriqueiro, passamos por conhecidos sem cumprimentar, saímos de casa sem deixar um beijo no rosto de quem amamos, ao deitar não deixamos um 'boa noite pairar no ar, e quantas vezes não agradecemos as pessoas e transformamos o dia dela em algo negativo. Talvez se a gentileza virasse matéria, comercializada e exposta em vitrines, chamaria à atenção por ser único e reconhecido tarde demais.

'Imagine um Politico com a gentileza aflorada e com o amor ao próximo presente em seu trabalho?

Imaginou?'

“Plante o bem que o resto vem”

#solidariedade #cotidiano