Neste sábado, dia 23 de setembro de 2017 o mundo vai acabar. Esta afirmação faz parte do livro “Profecia”, escrito por David Meane. Segundo o autor, hoje o Planeta X vai colidir com a Terra e acabar com toda a vida que existe. A Nasa saberia da aproximação do planeta e não alertou as pessoas.

O astrônomo Cássio Barbosa publicou no porta notícias G1 uma crítica ao suposto #Fim do mundo, pois, ele relata que, por mais dinheiro que a Nasa tenha, ela não poderia calar todos os astrônomos profissionais e amadores e esconder a aproximação de um planeta tão grande que acabaria com o mundo.

O grande problema é que os seres humanos estão procurando algo avassalador para o fim do mundo e se apegam a várias lendas e histórias.

Enquanto isso, o mundo se destrói e acaba todos os dias a olhos vistos e parece que ninguém está vendo. O pior de tudo é que a culpa não é de um meteoro gigante ou um Planeta X, mas, sim, do próprio ser humano.

Confira cinco fatos que mostram que o mundo realmente esta acabando

Corrupção

A corrupção não é um ‘’benefício’’ apenas os políticos, pois, as pessoas em geral cometem corrupção. Na hora que compram um produto falsificado, furam a fila no posto de saúde ou estacionam na vaga de deficiente sem ser, o ser humano está sendo corrupto.

A corrupção vai acabar com o mundo. Basta relembrar o caso da Boate Kiss, em Santa Maria (RS). Na madruga de 27 de janeiro de 2013, uma boate pegou fogo, morreram 242 jovens e 680 pessoas ficaram feridas. Eram futuros advogados, médicos, pais e mães de famílias.

Os melhores vídeos do dia

Por que eles morreram? Por causa da corrupção, pagamentos de propinas, por culpa do jeitinho brasileiro.

Foi uma vistoria mal feita, um laudo assinado sem vistoriar que levaram a vida de 242 pessoas. Este não é um caso isolado, apenas foi em grande escala.

Uma denúncia feita no “Fantástico”, da Rede Globo, mostra mais de 30 pessoas, na maioria bombeiros, sendo preso numa operação. Eles aceitavam propina para liberar estabelecimentos comerciais, inclusive boates e danceterias que não estavam de acordo com a legislação. Tudo isso feito dentro dos Corpos de Bombeiros. Isso acaba com o mundo.

Crimes hediondos

Todos os dias, ao assistir os noticiários, as pessoas se deparam com crimes bárbaros, como foi o caso no começo do ano de 2017, quando presos foram brutalmente assassinados dentro de penitenciárias. Eles foram esquartejados e carbonizados.

Mas a barbárie não acaba por aí, pois, só este ano foram denunciados vários casos de estupro coletivos, os principais foram contra menores de idade.

As crianças são vítimas de pedofilia, estupros e o pior das estatísticas é que essa violência toda é praticada dentro de casa, por pessoas próximas, como: pais, tios, padrastos, vizinhos, amigos. Pessoas que na teoria estaria ali para protegê-las.

Ataques terroristas

Homens suicidas que se matam e matam aos outros em nome de Deus. Só este ano foram mais de 17 ataques terroristas reivindicados pelos grupos islâmicos. O último foi a explosão no metrô de Londres, na Inglaterra, que aconteceu na sexta-feira (15) da semana passada, deixando 23 pessoas feridas.

Poluição e desmatamento

O homem está causando o caos há muito tempo. É um ser predatório que mata, polui, queima e no fim, olha em volta perguntando quem fez aquilo. O planeta está na UTI e precisa de ajuda. O aquecimento global é fato e pode ser considerado culpa do homem, que não protege os rios e as árvores. Não tem consciência de que cada ação gera uma reação.

Preconceito

Em pleno século XXI, as pessoas ainda têm que lutar e se proteger do preconceito. Isso, sim, é o fim do mundo. Negros, gays, transgêneros, todos são alvos de ataques todos os dias nas redes sociais e nas ruas.

As pessoas estão lutando pelo direito de serem elas mesmas e a represália é muito grande. Um grande exemplo desse preconceito, que às vezes é velado e outras não, é a decisão de um juiz do Distrito Federal que concedeu uma liminar [VIDEO] que permite que médicos e psicólogos administrem a “#Cura gay”.