Após investigações da Polícia Civil através das redes sociais, foi preso um homem de 23 anos. Em seu computador havia fotos e vídeos de suas vítimas. O criminoso é um estudante de psicologia e já praticava extorsão contra adolescentes e mulheres, porém foi preso na última terça - feira (5) por suspeita de dois estupros [VIDEO] virtuais. O criminoso irá responder por constrangimento e pelas ameaças que eram feitas para que suas vítimas ficassem nuas na frente das câmeras, foram três mulheres e dois adolescentes que já abriram boletim de ocorrência na capital.

Segundo a Delegada Sandra Melo, o criminoso ao ser preso em casa teria debochado dos agentes policiais que foram realizar a prisão, a mesma relata que ele falou: " Vocês demoraram, hein?".

O acusado foi levado para Brasilia onde foram registrada as ocorrências e irá ficar 30 dias em caráter temporário.

De acordo com as investigações o criminoso mantinha um padrão para cometer os crimes, o mesmo utilizava perfil falso se passando por mulher e assim ganhava a confiança de suas vítimas, após conseguir as fotos que queria revelava sua verdadeira identidade, ameaçando as vítimas para que mandassem mais vídeos e fotos intimas ou então o material já conseguido seria divulgado pela internet, o criminoso em alguns casos ainda pedia dinheiro em troca das fotos.

Vítimas

De acordo com a Polícia não tem como saber o total de vítimas em todo o Brasil, há uma estimativa que cada vítima enviava ao criminoso em média sete arquivos, porém em seu computador foram encontrados mais de dez mil arquivos, sendo assim, em uma média, acredita-se que cerca de mil pessoas tenham caído no golpe do criminoso no último semestre.

A Delegada Sandra Melo reportou que a família do criminoso se surpreendeu com o ocorrido, pois segundo a família o jovem estudante era bem quieto e reservado, chegava a passar até 2 dias sem sair de seu quarto, porém foi um choque para a família a descoberta que o estudante é um criminoso e acusado de casos de estupro.

Reclusão

O criminoso irá responder por extorsão, a pena varia de 4 a 10 anos de prisão, lavagem de dinheiro que vai de 10 a 13 anos de prisão, estupro de menor de 18 anos onde a pena chega a 14 anos de prisão, armazenamento de pornografia que leva de 1 até 4 anos de prisão.

Como evitar esse tipo de crime?

Devemos evitar esse tipo de crime, cometido por meio de redes sociais, não adicionando estranhos, não expondo nossa vida pessoal e após qualquer atitude suspeita denunciar imediatamente o caso para a Polícia, assim o caso será investigado e tratado de acordo com a lei.