O filme Fome de Poder (The Founder, 2016), estrelado por Michael Keaton [VIDEO], conta a história da expansão do McDonald’s. A rede, presente em mais de 120 países, começou com uma única loja na pequena cidade de Arcadia, na Califórnia, pelas mãos dos irmãos Richard e Maurice McDonald. Mas foi a partir do momento que o vendedor de máquinas de milkshake Ray Kroc entrou no negócio que o fast-food iniciou sua grande virada em direção ao que conhecemos hoje.

É essa história que "Fome de Poder" se propõe a contar, através da trajetória de um até então fracassado Ray Kroc, que depois dos 50 anos e de muitas tentativas frustradas alcançou seu lugar ao sol.

Assim como no filme “A Rede Social”, sobre a criação do Facebook, o triunfo do “fundador” gera um misto de admiração e reprovação. A identificação com esse tipo de personagem coloca o expectador na posição de vítima ou de algoz, mas isso é mesmo necessário?

O fim do mocinho x bandido

Se antes as narrativas contadas nos filmes, livros e novelas eram simples e maniqueístas - o bem contra o mal, o mocinho vencendo o bandido - hoje elas têm sido apresentadas de forma mais complexa e seus personagens representam com maior fidelidade as características de comportamento humanas. Ninguém é todo bom ou todo malvado, existe virtude e fraqueza em cada um de nós. Ainda assim alguns expectadores entram em conflito com uma exposição tão realista, pois escancarar o “lado sombra” que habita em cada um é incômodo e gera protestos.

Os melhores vídeos do dia

Infelizmente aqueles que renegam seu lado indigno acabam por alimentá-lo. Podemos lutar para sermos melhores, mas a luta para sermos perfeitos já está perdida antes de começar. Até porque a bondade também tem seu lado perverso.

E o que podemos aprender sem culpa com “Fome de Poder”?

O protagonista não desperta encantamento por sua força moral, porém suas ações carregam características bastante desejáveis, sobretudo diante das adversidades e derrotas. Kroc nos faz refletir sobre o papel da persistência no sucesso das pessoas e demonstra com sua determinação (às vezes até arrogante) que ninguém é capaz de atrapalhar alguém munido de um SONHO, uma VISÃO e um PLANO para isso se concretizar.

Em todo percurso de sucesso encontraremos pessoas dizendo que é muito difícil, que é impossível ou que já é tarde demais. Mas Kroc é apenas um exemplo entre tantos de pessoas que escolheram protagonizar suas histórias e não desistir até chegar lá.

Assista abaixo o trailer legendado do filme "Fome de Poder".

#McDonald's #Cinema #Netflix