Este é o segundo artigo contando a saga de Gariwarck, O Terrível, rei de Belmont Purple que continua sua saga de desmandos no reino. Agora já passados nove meses do início de seu reinado na cidade, nada mudou em relação aos seus atos tresloucados em relação à cidade outrora conhecida como 'Cidade do Coração'. Ele continua a não atender às necessidades e reivindicações do povo da cidade.

O rei, que é indiferente para o clamor popular, ainda zomba de todos ao dizer que sempre ouviu seus súditos, pois em sua lógica distorcida, o fato de ter sido eleito rei faz com que o povo automaticamente concorde com tudo o que ele fizer.

Além de estar alheio ao que acontece na cidade, o rei continua sua fixação em destruir o legado do primeiro rei de Belmont Purple. Desta vez, o alvo de sua fúria foi o hino da cidade, que curiosamente não foi composto por Juckard, O Grisalho, e sim por um grupo de notáveis da então nova cidade de Belmont Purple.

Além da mudança no hino do reino, Gariwarck foi além e resolveu também abolir o feriado da cidade feito em homenagem ao primeiro rei de Belmont Purple.

Sem contar que as cores do reino que passaram da harmoniosa combinação de duas cores, agora é uma mistura de cores de gosto duvidoso, curiosamente são as mesmas cores usadas na campanha de Gariwarck para o cargo de rei. Pelo menos neste caso, ele está sendo processado por tal ato, o que dá esperança de que nem todos os seus desmandos serão acatados.

Assim como foi dito no primeiro capitulo sobre a ‘Guerra dos Reinos’ em Belmont Purple, o atual rei age de acordo com a anuência dos ministros do reino, que, ao que parece, esqueceram que uma de suas obrigações para com o povo é fiscalizar os atos do rei e não concordar com todas as atitudes do monarca.

Muitos já começam a desconfiar da sanidade do rei, visto que ele não abandona esta fixação em lutar com o fantasma de Juckard, O Grisalho. Será que estas alucinações de Gariwarck irão evouir e a seguir ele também lutará contra o fantasma da viúva de Gariwarck? Que também já ocupou o cargo de rainha do reino.

Os mandatos do atual rei e dos atuais ministros só terminarão no ano de 2020, é importante que a população fique atenta na hora de eleger seus representantes e que todos tenham cuidado para não elegerem algum representante do rei, permitindo assim a criação de uma dinastia no reino. assim como dito no artigo anterior sobre a calamitosa situação de Belmont Purple, é fundamental que a população não esqueça dos ministros atuais que apoiam os atos desastrosos do atual rei.