Existem os mais diferentes e inusitados vídeos que circulam pela internet; sendo que, alguns passam de forma desapercebida diante dos olhos de milhões e milhões de internautas, mas outros logo ao serem publicados, acabam viralizando e chamando a atenção de todos nos quatro cantos do mundo.

Foi exatamente essa última situação que acabou acontecendo com um vídeo publicado na última sexta-feira (22) em que um jovem surge escutando música com som alto num local público, que é o BRT (sigla em inglês para estação de Transporte Rápido de ônibus) da Barra da Tijuca, Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro.

Foi o que bastou para que um cidadão se “doesse” e com irritação fala alguma coisa para o 1º sujeito, que teve coragem de retornar para tirar satisfações.

O homem que havia reclamado se levanta com atitude e desfere um sopapo no jovem que escutava a música alta, o qual cai no chão. O vídeo da briga mostra o indivíduo que reclamou ainda chutando a vítima quando essa estava caída.

O homem que apanhou se levanta alguns segundos depois apressadamente, proferindo palavras inaudíveis.

Nenhuma pessoa que estava próxima quis intervir no atrito entre os dois homens e só permaneceram observando.

Rapidamente o vídeo da briga angariou milhares de visualizações na Web e quem estava navegando se aproveitou para fazer piadas sobre o ocorrido.

Tanto é assim, que uma mulher escreveu na sua rede social do Facebook, que havia simplesmente adorado o que aconteceu e que ações assim deveriam acontecer as 6 hs.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

da manha dentro dos ônibus em que alguns sujeitos insistem em tocar música alta recheadas de palavrões.

Outra internauta pede por mais homens de atitude como o que fez a “justiça” com as próprias mãos, e por menos homens “frouxos” ou omissos.

Por outro lado, existiram alguns que resolveram se posicionar a favor do rapaz que apanhou, chamando o agressor de monstro, covarde e que ninguém tem o direito de bater nas outras pessoas.

Fato é que a sociedade atual está cada vez menos paciente com comportamentos que lhe desagradem, ou seja, é o que pode ser chamado de tolerância zero.

Entretanto, alguns críticos dizem que assuntos como o do artigo em questão têm de ser entendidos em toda a sua plenitude, uma vez que ninguém sabe o que realmente ocorreu para que o sujeito que deu uns tapas no outro, partisse para tomar uma atitude tão drástica.

De qualquer modo, em um ponto todos acabaram concordando, a saber, o agressor apesar de se mostrar mais forte do que o seu oponente, correu um grande risco, já que a vítima poderia estar armada e o desfecho do caso poderia sim, ter assumido ares de tragédia, ainda mais num local com grande circulação de passageiros.

O que o leitor pensa desse assunto; quem está com a razão; quem é o errado e o certo em mais esse caso de violência urbana; o que faria se estivesse presente na ocasião ou se o assunto fosse com você?

Não deixe de dar a sua opinião no espaço abaixo.

Assista ao vídeo do sujeito batendo em funkeiro que ouvia música alta

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo