Ei, psiu! Foram oito anos de sofrimento e por algum tempo chegamos a pensar que este oito tombaria e se transformaria no símbolo do infinito.

Puxa vida, é apenas mais um jogo de futebol, mas o futebol é carregado de emoções que nem o coração consegue explicar. Será que é pelos amigos? Alegrias e tristezas? Algumas discussões e caras feias? Abraços e lágrimas? Não sabemos não, mas pelo visto os sentimentos são tão familiares que parece família.

Campeonato brasileiro da Série A, Série B, Série C, D... Não importa o nível, status ou competição. Quando o nosso time do coração entra em campo, ele leva junto as reais e intensas centelhas de amor do jogador camisa 12, que somos todos nós num só rugido.

Muitos vovôs zombaram com suas lendárias bengalas e no coçar de suas barbas e carecas ouviram ao longe o grande rugido que mais parecia o som de um devastador furação, mas, no fundo de suas consciências, eles já sabiam que o famigerado Leão Tricolor acabara de renascer após uma oitava reclusiva.

O magnífico rugido leonino ecoou por todo o Brasil anunciando não só o retorno de um time lutador, mas o renascimento de uma nação tricolor de aço apaixonada.

Hoje a cidade de Fortaleza estava concentrada na profecia de que o grande Leão da tribo das jangadas, das tapiocas, da carne do sol, do gostosinho, da rapadura, da panelada, dos amigos que se juntam em casa, dos que vão aos botecos, dos que torcem nas calçadas, nas praças, nos carros, na bodega, enfim, todos acreditavam e a fé nunca fora perdida de que o Vermelho do sacrifício, junto com o Branco da paz, seriam consagrado com o Azul da vitória e do renascimento.

Os melhores vídeos do dia

Sabemos que foi mais duro do que rapadura, mas quem contemplou o jogo ao vivo ou pela televisão, não apenas contemplou um grande jogo e a conquista da equipe do Fortaleza de retornar a Série B do Campeonato Brasileiro, mas a verdade redentora. Todos os jogadores atribuíram este grande feito a Deus com lágrimas, agradecimentos, testemunhos, humildade, força, união e tantas outras positividades que ficaram na história da torcida e do time.

Eis que um inesquecível grupo de jogadores e sua inestimável torcida combateram o bom combate e guardaram a fé juntos num jogo que durou oito anos. Hoje todos foram arrebatados para uma posição respeitosa e de profundo destaque. Contudo, não perderam a gratidão aos céus e após a grande consagração em campo e fora de casa, apesar da derrota para o adversário, as doces e edificantes palavras de todos que falaram através das mídias tiveram um alcance e uma geração de valor sem precedentes nos lares do Brasil.

O humilhado fora exaltado!