O #sport fez grandes contratações para brigar na parte de cima da tabela. Até há pouco tempo isso estava acontecendo, mas, com os fracassos recentes, a briga mesmo parece que ficou para a parte de baixo da tabela de classificação. Com a derrota em Porto Alegre para o Grêmio por 5 a 0, no último sábado (2), o Leão caiu para 11ª na zona de classificação, ficando a apenas 4 pontos da zona de rebaixamento.

O primeiro clube dentro da zona é a Chapecoense, que conquistou até o momento 25 pontos. O Sport tem 29, pontuação que deixa em uma situação confortável, mas não pode bobear. Caso os resultados negativos continuem e o time não consiga reverter o clima que ficou após a goleada sofrida, a briga pelo G6 estará mais distante.

Porém, mesmo assim, o Cruzeiro, que é o primeiro time dentro do G6, tem 31 pontos. Uma vitória em Porto Alegre colocaria o Rubro-Negro novamente na zona de classificação, mas isso não aconteceu. Com os times todos embolados, uma sequência de resultados positivos pode colocar a equipe lá em cima da tabela, mas da mesma forma pode acontecer negativamente, e uma série de resultados ruins fará o time despencar.

Se julgar pelos últimos resultados, a chance do Sport [VIDEO]disputar a Libertadores é bem pequena. Na 11ª posição, o time perdeu oportunidade de ganhar pontos importantes e se firmar entre os primeiros colocados. A pressão é muito grande, torcedores cobram a diretoria e jogadores. Por isso, o próximo jogo da equipe, que acontece no domingo (10), contra o Avaí, ganhou ares de decisão.

Em caso de uma vitória, o torcedor terá mais paciência e o técnico Luxemburgo poderá fazer as mudanças necessárias com mais calma. Como o Cruzeiro e Flamengo estão no G6 e os dois fazem nesta quinta-feira (7) o primeiro jogo da final da Copa do Brasil [VIDEO]. Um dos dois será campeão, abrindo assim mais uma vaga, ou seja, quem estiver na sétima colocação também estará na Libertadores.

Mas, se tudo der errado, o Leão perder em casa, com o apoio do seu torcedor, cabeças irão rolar. O trabalho de Luxemburgo não estará garantido e os principais nomes do elenco receberão ainda mais pressão por parte do torcedor e imprensa. Além disso, uma derrota para um rival que briga na parte de baixo faz com que o clube entre de vez na briga para não cair para a Série B.

Com grandes investimentos na temporada, o torcedor esperava que nessa altura da temporada o time estivesse mais organizado, mostrando um bom #Futebol e coisas como a que aconteceram no último sábado, uma goleada vexatória, não acontecessem.