Poucas coisas na vida enriquecem mais do que #viajar. Desde o momento da decisão, passando pela pesquisa de passagens, planejamento de roteiro, até a #Viagem em si, cada segundo é um aprendizado. Deve ser por isso que nove em cada dez pessoas largariam suas vidas monótonas e tradicionais por viver na estrada.

A cada dia mais a quantidade de pessoas que decide se aventurar viajando de alguma forma cresce. Viajar é daquelas experiências que o transforma em uma pessoa melhor, e isso independe do destino, da companhia ou do tempo fora de casa. Não importa se mochilão, intercâmbio ou viagem de férias: viajar a faz crescer.

Seja no seu próprio país ou na própria cidade, explorar lugares novos proporciona possibilidades de descobrir mais sobre si mesmo e sobre o mundo.

Deparar-se com novas pessoas e situações obriga a praticar paciência, simpatia e aguça a curiosidade.

Mesmo que as coisas não saiam conforme o planejado o tempo inteiro - e, se você tiver sorte e um pouco de juízo, vai deixar o destino brincar um pouco com seus planos - será uma oportunidade única de testar sua criatividade de resolver problemas fora de sua zona de conforto. Perder o trem, errar o restaurante, passar dificuldade ao comunicar-se. Tudo isso fará parte de um experimento que ficará na memória não por ser perfeito, mas por trazer à tona de sua alma seus sentimentos mais intensos.

Viajar desperta sua sensibilidade. Cheiros, sons, cores, nada passa despercebido enquanto estamos viajando. Nossos sentidos ficam mais alertas, pois cada esquina que cruzamos nos traz sensações diferentes.

Coragem é quase que sinônimo de viajar. Pular de bungee jump? Claro. Mergulhar com tubarões? Por que não. Uma comida exótica? Pode vir! Nosso cérebro passa a se dar conta de que a oportunidade pode não surgir tão cedo e encaramos situações que não toparíamos normalmente.

Se estamos acompanhados, é uma oportunidade de estreitar laços e criar conexões com nosso companheiro. Já se viajarmos sozinhos, a sensação de liberdade de fazer os passeios que quiser em qualquer horário é indescritível. Em ambos os casos, os amigos que fizermos saberão tornar a experiência ainda mais enriquecedora.

Por fim, voltar para casa faz mergulhar em saudades daqueles dias. Não há prova maior de que viajar vale a pena: desencadeia a vontade de fazer isso periodicamente, para que cada vez a história vivenciada seja ainda mais marcante do que a última. #estilodevida