Após várias tentativas em tornar-se Líder Presidente da CGADB, o que não ocorreu, o Pastor Samuel Câmara, presidente da Assembleia de Deus em Belém do Pará, conhecida como igreja mãe, onde nasceu a primeira igreja Assembleia de Deus no Brasil, protocolou no dia 31 de outubro o pedido de seu desligamento na sede da CGADB, no Rio de Janeiro. Exatamente no dia em que é comemorado o dia da Reforma Protestante, e neste dia também o aniversário do Pastor Samuel Câmara.

Segundo o próprio Pastor Samuel, ele continuará ativo promovendo o Reino de Deus, e conta com o apoio de diversos pastores em todo o Brasil, para dar continuidade ao seu grande projeto de restauração da instituição Assembleia de Deus. Ele iniciará uma nova Convenção Nacional, com o nome de "Convenção da Assembleia de Deus no Brasil" a CADB.

Segundo informações cerca de 25 mil pastores em todo Brasil estarão seguindo o Pastor Samuel Câmara, inclusive seu irmão Jonatas Câmara, presidente das Assembleia de Deus em Manaus, que no último domingo (5) confirmou seu desligamento da CGADB.

A carta de desligamento

Ela pode ser lida no site do pastor Samuel Câmara, todo seu conteúdo está disponível para todo o público, basta acessar o site para ter acesso ao documento encaminhado à CGADB.

CGADB

Até o momento não há nenhuma declaração oficial por parte da direção da CGADB sobre o desligamento do Pastor Samuel Câmara, o atual presidente da entidade Pastor Wellington Junior não se manifestou ainda.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

O certo é que, a saída de Samuel vem sendo cogitada nos últimos dois anos, e se confirmou principalmente por sua derrota na última eleição da CGADB para Wellington Junior. Os últimos anos foram de muitos embates entre ele e a pessoa do último presidente Pastor José Wllington. Tendo vários processos solicitando intervenções à Justiça comum.

A saída de Samuel Câmara desde a fundação da CONAMAD é a maior divisão sofrida pela CGADB.

Segundo Samuel, pastores de diversas regiões do país estarão ao lado dele, bem como convenções estaduais estarão se unindo à CADB.

É preciso aguardar os próximos passos e movimentos desta instituição para saber como isto tudo refletirá na maior denominação Evangélica do país.

Segundo dados do IBGE, a Assembleia de Deus tem cerca de 15 milhões de fiéis em todo o Brasil. Conhecida como a igreja pioneira do movimento pentecostal no Brasil, a Assembleia de Deus está em todos os estados as regiões do Brasil.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo