Com apenas 16 anos ele já vale 45 milhões de euros, sendo a segunda venda mais cara da história do futebol brasileiro. Ficando atrás apenas do badalado #Neymar, esse é Vinicius José Paixão de Oliveira Júnior, popularmente conhecido como Vinicius Jr. Revelado pelas categorias de base do #Flamengo. e promovido ao time titular em 2017, depois da belíssima atuação na Copa São Paulo – a famosa Copinha.

Sua estreia na equipe profissional aconteceu no dia 13 de maio do ano de 2017. O resultado do jogo: empate por 1x1 contra o Vitória-BA – a promessa entrou em campo aos 37 minutos da segunda etapa, vestindo a camisa 20.

Mas, por que a equipe que tem Cristiano Ronaldo pagaria tudo isso por um garoto? É simples: todos acreditam em seu potencial.

Ele sempre foi “a frente do seu tempo” – jogando sempre categorias acima da sua faixa-etária. Federado pelo Flamengo com apenas 10 anos de idade e com impressionante 13 anos sendo convocado pela seleção brasileira sub-15. Em 2017, ele conquistou com a camisa da seleção brasileira o prêmio de artilheiro e melhor jogador do Mundial sub-17. Além disso, foi destaque da equipe rubro-negra na disputa da Copa São Paulo. A rivalidade com o Barcelona também foi um fator decisivo nessa transação, pois o Real já havia deixado escapar o Neymar.

Franzino, veloz e muito habilidoso. Características ideais para um atacante de velocidade (quase um ponta-esquerda). Esses são alguns atributos que Vinicius Jr possui, por isso, com apenas 16 anos, já fechou contrato com o todo poderoso #Real Madrid.

Sua negociação com o clube espanhol totalizou 45 milhões de euros, equivalentes a R$ 168 milhões.

Os melhores vídeos do dia

O Flamengo saiu no lucro – nunca na história do futebol mundial um clube lucrou tanto com a venda de um jogador menor de 18 anos.

Juntamente com o sucesso, as cobranças em cima de Vinicius Jr. surgiram

A mídia internacional rasgou elogios ao jovem promissor, mas depois de alguns jogos a mesma impressa começou a questionar suas apresentações em campo.

O garoto está apresentando um futebol mediano. Sem grandes atuações, e com “poucas” oportunidades, a desconfiança começa a surgir.

Desde a partida contra o Atlético-GO, disputada pelo Campeonato Brasileiro, no dia 19 do mês de agosto, pela 21ª rodada, o garoto vem sendo utilizado apenas como opção no banco de reservas, e quando entra. não "encanta”. É importante ressaltar que nessa partida Vinicius Jr. deslanchou e balançou a rede por duas vezes na vitória por 2x0.

Vinicius Jr já foi chamado de “novo Neymar” e até comparado com Messi e seu futuro companheiro de clube Cristiano Ronaldo. Mas, deixando de lado as comparações, gostaria de fazer uma pergunta:

Afinal, Vinicius Jr. é tudo isso?

A resposta? Só o destino dirá.