Durante 63 meses de trabalho, ele e sua assessoria criaram 59 textos entre PEC (proposta de emenda constitucional), relatorias, requerimentos e PLs (projetos de Lei).

O nobre Deputado Tiririca não apresentou, no Plenário da Câmara, nenhum desses textos, ou seja, não defendeu, sequer, uma única ideia, ao contrário de tantos outros parlamentares paulistas como a deputada Bruna Furlan (PSDB-SP) ou o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), para citar apenas dois exemplos de paulistas engajados na defesa de propostas pela melhoria do estado.

Concordo que as opiniões dos brasileiros podem divergir, mas é necessário que atentem-se ao fato de que ele foi mais ator do que os demais colegas da Casa.

Embora não tenha defendido nenhuma de suas propostas em plenário, há a tramitação de 36 de seus projetos.

Além disso, teve parecer, como relator, apreciado 16 vezes, mesmo número de projetos de Lei que propôs.

Ele enviou três propostas de emendas à Constituição, duas ao Substitutivo e uma a Lei Complementar.

Agora, vamos às bizarrices? Aposto que muita gente que defende o "abestado" não conhece as propostas que ele enviou para apreciação na Câmara, por isso quero apresentar o recordista de votos, por São Paulo, à Câmara Federal.

PL 3544/2012: Concede isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre veículos de utilização nas atividades circenses.

PL 3542/2012: Institui o Diploma Amigo do Circo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula

INC 209/2015 (indicação à Câmara): Sugere ao Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior que sejam tomadas providências no sentido de que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no âmbito da economia da cultura, desenvolva programa de apoio específico aos circos.

INC 4939/2013: Sugere ao Ministro da Educação a inclusão de atividades circenses entre os conteúdos a serem desenvolvidos na disciplina Educação Física na educação básica.

INC 2754/2012: Sugere ao Poder Executivo equiparar o trailer e o motor home à residência popular, no âmbito do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV).

PL 8551/2017: Isenta do pagamento de pedágio em via do sistema rodoviário federal os veículos automotores especialmente destinados à condução de artistas e materiais circenses.

PL 8263/2014: Institui a Política Nacional de Redução de Perdas e Desperdício de Alimentos e dá outras providências.

PL 5095/2013: Altera a Lei nº 8.313, de 23 de dezembro de 1991 - Lei Rouanet - para reconhecer a atividade circense como manifestação cultural.

PL 5094/2013: Acrescenta dispositivo à Lei nº 11.977, de 7 de julho de 2009, que dispõe sobre o Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) e dá outras providências, para equiparar à habitação popular o trailer e o motor home usados por populações itinerantes. SEGUNDA TENTATIVA.

REQ 124/2011 (REQUERIMENTO): Requer inclusão ao Requerimento nº 102/2011 referente à realização de Audiência Pública para debater a concessão de alvarás para a instalação de circos nas cidades brasileiras. SEGUNDA TENTATIVA.

REQ 102/2011: Requer a realização de Audiência Pública para debater a concessão de alvarás para a instalação de circos nas cidades brasileiras.

REQ 3067/2013: Solicita ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, no âmbito do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, informações sobre dados estatísticos relacionados à população cigana.

REQ 891/2011: Solicita ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão informações sobre dados estatísticos relacionados à atividade circense.

REQ 806/2011: Solicita informações à Sra. Ministra da Cultura acerca da não inclusão de atividades circenses na programação do Festival Europalia, edição de 2011.

Nota-se que grande parte de suas preposições estão ligadas, diretamente, à atividade circense. Mas, ‘peraí’; ele foi eleito para defender milhões de paulistas ou milhares de palhaços?!

Outro fator importante a ser verificado é a insanidade de propostas que, se fossem aprovadas, gerariam altos custos para a União, sem falar que ele pediu esclarecimentos absurdos e que foram negados porque, por exemplo, a então Ministra da Cultura Ana de Hollanda deveria ter algo mais relevante a ser feito, naquela época.

Enfim, minha opinião sobre Tiririca é a de que ele é um Lula disfarçado de palhaço, só isso. Sabe enganar bem esse inocente, e mal politizado, povo brasileiro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo