Estar sozinho vai muito além da sensação física, pode se tornar um estado de espírito. Talvez tenha mil pessoas a tua volta e você continua sozinho, ou pode seus olhos não verem ninguém e mesmo assim você sentir-se plenamente acolhido e completo.

Em uma pesquisa, foi perguntado a várias pessoas quais eram os seus medos e um dos temores mais registrados foi o medo de ficar sozinho.

Que tipo de solidão te assusta?

Sim, existem vários tipos de solidão:

  • Solidão física
  • Solidão opcional
  • Solidão familiar
  • Solidão emocional/sentimental

Vamos falar primeiro das mais simples (ou menos assustadoras) para a maioria de nós, seres humanos normais.

Solidão física

É quando você está sozinho realmente, simples assim, não tem ninguém por perto, por exemplo, como quando você chega em um lugar diferente onde você não conhece ninguém, essa condição é passageira, pois o ser humano tem uma facilidade enorme de comunicação o que ajuda que essa fase de solidão acabe bem rapidinho.

Solidão opcional

Por incrível que pareça, existem pessoas que escolhem estar sozinhas na vida. Vários fatores contribuem para que alguém queira largar tudo e se isolar, afinal, quem nunca desejou dar uma sumida, largar tudo e só voltar quando tudo encontrasse a solução perfeita para todos os problemas? Tem pessoas que levam essa ideia a sério e criam coragem para se isolar um pouco, o bom dessa fase, é que você pode parar um pouco para pensar e refletir e aos poucos se resolver, para voltar quando se sentir mais confortável, mas sabemos que essa opção não é para todos, às vezes, na tentativa de "fugir" dos problemas pode se arrumar problemas ainda maiores.

Solidão familiar

Essa é difícil, pois existem pessoas que vivem totalmente fora de um convívio familiar e estão muito bem assim, mas para a maioria não ter a família é algo muito doloroso e causa sérios danos emocionais. Pior ainda é a solidão familiar por exclusão, é quando a pessoa está dentro da família e por um motivo ou outro sente-se rejeitado no âmbito familiar, parecem deslocados e tendem a desenvolver quadros severos de depressão e melancolia.

Solidão emocional ou sentimental

Também chamada de solidão afetiva é a mais temida por nós, seres altamente emocionais.

Quem não tem medo de não ser amado nunca, ou de jamais encontrar a "cara-metade" tão almejada.

A carência emocional faz com que todos temam estarem sozinhos, de um modo ou de outro todos temos a necessidade de ter alguém, seja um amigo, um familiar ou até um amor.

Se você ou alguém que conhece se sente só, talvez pequenas atitudes possam mudar tudo, nem sempre outras pessoas percebem que não estamos bem, por causa disso, vale sempre a pena o diálogo sincero.