Acredito que todos já saibam que o transexual Pabllo Vittar venceu o prêmio de Música do ano com o hit "K.O.", mas o que está música representa? E o que deveria representar?

Então, a música sempre foi uma forma de o homem retratar a sua realidade e os seus sentimentos com intuito de buscar algo maior do que ele mesmo e para compartilhar esse sentimento com o seu semelhante. O que é uma atitude de uma nobreza sem tamanho.

Os grandes músicos sempre são capazes de usar uma linguagem oral ou musical para aflorar sentimentos diversos em seus ouvintes ,em, além de tudo, com sinceridade.

A música, assim como a cultura em geral, é muitas vezes o que tira o homem de seu mar de tristezas e coisas ruins e o traz sentimentos muitas vezes que o confortam, ou, de acordo com a necessidade e a realidade que o cerca, o tira da tal zona de conforto e mostra para o mesmo o que está errado ao seu redor e/ou o incentiva a acabar com este mal, com uma linguagem firme.

Isso é música. O hit "K.O." faz isso? Então, não merece o prêmio de música do ano, pois vivemos tempos muito difíceis e a nossa música do ano não fala a respeito disso, não exalta algo maior do que nosso próprio ego, mas prova que nós não estamos nem aí para a realidade.

Desemprego, crimes, mortes, crise econômica, tráfico de drogas e tantos outros problemas precisam ser retratados na nossa cultura, seja para nos confortar ou para nos jogar na cara toda a lambança que fizemos durante mais de 30 anos de sono profundo. Isso precisa ser retratado!

‘’K.O.’’ é uma série de sons ridículos, não merece o adjetivo de música, e uma letra curta, extremamente repetitiva e porca!

A primeira parte e o refrão repetem a música toda umas duas vezes. São as únicas coisas que têm na música.

Sem contar com a indecência e entreguismo a desejos meramente carnais e pueris.

Frases como "quero sexta-feira estar contigo na minha cama juntos 'coladin', me beija a noite inteira, sexo na banheira(...)" são o que a música apresenta aos seus ouvintes, ouvintes que numericamente são mais do que toda a população brasileira.

A música brasileira virou só mais uma máquina para pessoas malsucedidas moralmente fazerem dinheiro às custas do gado, que apenas vai na direção indicada pelos seus "superiores". Algo tão nobre e belo como a música, aqui no Brasil ,é só mais um problema dos milhares que temos [VIDEO].

Coisas tão pueris e banais fazem sucesso entre a população, enquanto nossos problemas consomem tudo que ainda presta no Brasil. Reflita se a música do ano retrata a sua realidade ou lhe aflora sentimentos minimamente necessários ao teu coração.

E agora uma pergunta: o que Cristo passou por nós? E como nós louvamos, agradecemos e retribuímos [VIDEO] tal ato? Pabllo Vittar fez uma música banal e no mínimo desprezível e nós escutamos mais de 200 milhões de vezes e lhe congratulamos com o prêmio da música do ano.

O que realmente importa para nós? Pelo que temos feito e mostrado, nada.