Neste sábado, dia 27, Wagner passou por uma prova de fogo no Confessionário para poder explicar quem estava ou não se sentindo incomodado no Big Brother Brasil 18 [VIDEO].

Wagner está se sentindo incomodado com Jaqueline. Um dos motivos que prefere manter uma certa distância da sister, pois, considera um pouco artificial o modo como a biomédica se comporta na casa.

O participante acredita que, Jaqueline quer ganhar o jogo a todo custo, não importando seus concorrentes em questão, podendo ser causadora de intrigas na casa. Apesar dos problemas de convivência relatados, Wagner não lhe culpa, pois acredita ser da própria personalidade dela e é claro, uma estratégia para continuar na casa.

O seu trabalho como artista visual, ainda é um dos motivos que não fizeram Wagner se expor mais na casa. Essa observação para os demais participantes, está atrapalhando de certa forma o convívio com boa parte dos Brothers.

A solidão lhe incomoda de um jeito que Wagner não consegue explicar de maneira fácil, o artista explica que, as energias que rondam a casa são bastante desconexas, um querendo fazer o seu jogo, não tendo aquele entretenimento para início de conversa. A distância para os demais concorrentes pode ser fator positivo para Wagner observando atentamente quem o homem pode confiar e quem tem alguma personalidade que deixa a desejar como Jaqueline em questão.

O confessionário foi um caso à parte para Wagner abrir o jogo no Big Brother Brasil, ainda que incomodado com a situação, o artista visual acredita que o reality ainda pode lhe favorecer, embora está tentando entender a estratégia de cada participante da casa, para que então possa mostrar as tuas cartadas também.

Gleici

Uma das participantes em que Wagner mais se identificou foi Gleici. Para ele, a sister tem uma sintonia com sua infância, uma coisa de certa forma inexplicável que fez atrair até ela. O artista visual, acredita que pode rolar algo a mais entre os dois no desenvolver do reality.

Wagner se relaciona com Gleici pelo fato ser uma “mulher de raça”, ter tudo aquilo que uma dama brasileira compõe, ter “fibra” suficiente para aguentar os esparadrapos que a vida oferece, seja pela luta social que o gênero sempre passou. Ter Gleici como amiga nesse primeiro momento, pode ser determinante para seu sucesso ou fracasso dentro da casa, pois, a moça ainda não demonstrou suas garras no jogo. Fortes emoções aguardam a próxima semana do Big Brother Brasil 18 [VIDEO].