O ano de 2017 foi digno de esquecer para a torcida flamenguista. Criada muita expectativa com relação ao elenco formado pelo rubro-negro, a equipe foi campeã apenas do Campeonato Carioca. Na Copa Libertadores da América o time foi eliminado de forma vergonhosa na fase de grupos e o Brasileirão foi de amargar, pois a equipe terminou em sexto e quase não conseguiu uma vaga direta para a Libertadores de 2018.

O Flamengo ainda teve chances de conquistar dois títulos na temporada. Chegou às finais da Copa do Brasil, onde foi derrotado pelo Cruzeiro e também chegou à final da Copa Sul-Americana, onde perdeu o título para o Independiente, da Argentina, em pleno Maracanã.

O ano de 2017 decepcionante obriga o Flamengo a conquistar títulos de expressão em 2018

Após todas as decepções do último ano, o Flamengo entra ainda mais pressionado para ganhar troféus em 2018. O planejamento da equipe já começou a ser feito. O elenco, que no momento possui a maior folha salarial do país, se vê na obrigação de ganhar todos os títulos que disputar. Ainda assim, deve priorizar a Copa Libertadores, que é sonho de toda a torcida que só viu o rubro-negro levantar a taça uma vez, no longínquo ano de 1981.

O Flamengo caiu em um grupo muito complicado, e deverá superar os traumas das últimas eliminações na competição para prosseguir e chegar ao mais alto lugar da América. É obrigação do Flamengo disputar o título brasileiro, visto que seu último título na competição mais importante do país foi em 2009.

A torcida está apreensiva, pois o clube não dispensou nenhum jogador, nem mesmo os mais contestados, que muitos diziam estar numa declarada 'barca da dispensa'. Até este raiar inicial de 2018, todos os jogadores da temporada 2017 permanecem.

Outra preocupação para a torcida é o fato de ainda não ter contratado um jogador de destaque, apesar de ter montado um forte elenco pensando em 2017. São necessárias, porém, algumas contratações pontuais, como um zagueiro, um volante, um centroavante de ofício e bons laterais que ajudem o time tanto no ataque, como também na defesa.

Quem deve assumir a titularidade absoluta da equipe é o jovem Lucas Paquetá [VIDEO], destaque do Flamengo na reta final da temporada e que caiu nas graças da torcida, enquanto, as ditas estrelas do time como Paolo Guerrero, Diego Ribas [VIDEO] e Everton Ribeiro deixaram na boca do torcedor um gosto amargo de dever não cumprido.

O Flamengo aposta muito na recuperação do futebol de jogadores como Rômulo, que foi contratado a preço de ouro e não se firmou na equipe, além de apostar muito em uma boa temporada de Everton Ribeiro para que ele seja o jogador que todos conheceram da época de Cruzeiro.

O ano de 2018 tem tudo para ser gigante no Flamengo, basta lutar e não ser o time apático que muito se viu em 2017.