Muitos são os defensores dos direitos inumanos, e os direitos humanos apenas são vitimismo. Muitos têm os mesmos discursos do século XX, olham com suas barrigas cheias o esfomeado que, obviamente, está com a sua barriga vazia, e os julgam, traçando todo um trajeto para aquele faminto se tornar um grande empresário, assim como foi Chris Gardner, pois eles leram e/ou assistiram que, se um pode, todos podem.

Quando o assunto é cota racial, “pessoas do bem e bem intencionadas” protestam, pois todos somos “iguais” perante a lei. Porém, os mesmos esquecem que, geralmente, enquanto o branco estava estudando, o negro estava trabalhando com sua mão de obra barata.

Alguns com argumentos que deveriam ser para toda população de baixa renda, que de fato é uma alternativa, porém os mesmos esquecem que isso foi uma vitória dos negros, mas é claro, o governo deveria estender esse direito a todos aqueles que realmente precisam.

No entanto, as pessoas não se questionam da bolsa escola que os políticos e pessoas ligadas a eles recebem para seus filhos.

Outro assunto que perturba a vida do “cidadão de bem” é o Bolsa Família. Realmente há pessoas má intencionadas, porém a generalização é que entra em questão. Mas, se o governo não reverte os impostos, o Bolsa Família é uma injustiça? No entanto, os mesmos não questionam o vale alimentação que os políticos recebem sem nenhum limite, e ainda levam seus parentes, amigos e conhecidos para se saciarem com o dinheiro que deveriam ser revertidos para toda a população.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Política

Outro assunto em pauta, é que “bandido bom é bandido morto”, porém, os mesmos que pronunciam esse jargão não apontam para seus parentes e amigos de partido.

Justiça seria se as pessoas que são contra qualquer tipo de assistência as pessoas de baixa renda serem contra, também as assistências que as pessoas que não precisam já tem.

Será que os políticos, com o salário que recebem não podem pagar a escola de seus filhos?

Será que não têm condições para comprar as suas roupas e de suas respectivas esposas? Será que não tem condições de comprar uma casa ou pagar o aluguel?

Será que o politico não tem condições de bancar suas férias e dos seus respectivos parentes? Será que seus parentes não podem pagar o transporte, entre outras coisas? Será que, com o salário que recebem, precisam de assistências?

Outro problema é que os “defensores da democracia” defendem que os deveres são para a maioria e os direitos para seu nicho, pois um partido politico que defende uma parcela da população já não se enquadra na democracia.

A democracia é uma forma de governo onde a necessidade da maioria é focada e não o contrário. No estado laico, por exemplo, não deveriam haver partidos religiosos. Nem Jesus, nem seus apóstolos estavam envolvidos na Política e na ostentação de bens de consumo.

Outro fator que os “cidadãos de bem” se contradizem é quando o assunto é ética e moral, pois as pessoas olham os pecados alheios, condenam o homossexual porque está documentado em seu livro sagrado que é vergonhoso, porém comem carne de porco que está no mesmo texto, usam roupas com diversos tecidos, cometem adultérios, matam pessoas diretamente e indiretamente, cobiçam as mulheres do próximo, furtam e roubam descaradamente, dizem falsos testemunhos contra o próximo, entre outros mandamentos.

Talvez isso aconteça porque só leram estrofes aleatórias.

Irracionalmente, assim como os índios e os negros africanos entregavam seus conterrâneos aos estrangeiros, nós estamos fazendo o mesmo com a nossa gente.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo