Elas merecem todo o nosso respeito, carinho e Amor pelo seu dia. Na verdade, o dia 8 de maço deveria ser chamado de “Dia do Amor”. Isso porque toda Mulher é fonte de amor. Amor que cura. Amor que aviva. Amor que liberta. Amor que edifica. Amor que engrandece. Amor que soma. Amor que felicita. Amor que engrandece. Amor próprio. Simplesmente, amor. Amor puro. Amor verdadeiro. Amor ágape. Amor filia.

Amor Eros, a melhor forma de amor!

Toda mulher é carinhosa, afetiva, meiga, doce. Pelo menos é essa a experiência que esse cronista tem com as mulheres. Sua mãe, irmãs, tias, esposa, sogra, são todas mulheres que personificam esses adjetivos. São mulheres carinhosas, sensíveis, cheirosas, cheias de vida. E isso não diminui em nada as mulheres guerreiras, batalhadoras, fortes, lutadoras, destemidas, que são!

Fora todo tipo de preconceito que existiu e que ainda existe contra as mulheres, pode-se dizer que a mulher sempre foi à geradora da vida. Por isso na mitologia grega, elas são deusas. Deusa da vida. Deusa da memoria. Deusa da beleza. Deusa da guerra. Deusa do amor. Deusa do conhecimento. Se não fossem as mulheres, à vida seria estérea e repetitiva. O mundo, da forma que conhecemos hoje, não existiria.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento Mulher

A mulher possui a senha secreta da vida, da existência, da felicidade humana.

Para lembrar a importância da mulher na história do pensamento ocidental, destacam-se aqui três mulheres, cada uma com suas particularidades, que contribuíram para o processo de engrandecimento da mulher como protagonista da vida em suas múltiplas faces. Vejamo-las!

A primeira mulher é Hipátia. Ela nasceu na cidade de Alexandria, no ano de 355 d.C.

Filha de Theon, famoso filósofo, astrônomo e mestre de matemática no Museu desta cidade, Hipátia tornou-se Filósofa, mulher guerreira, pioneira na arte de desbravar os árduos caminhos da Matemática. Hipátia cultivava não somente um cérebro privilegiado, mas também o corpo saudável. Um exemplo de mulher para o seu tempo e para as mulheres atuais, pincipalmente no tocante à capacidade de unir corpo e mente.

Enfim, Hipátia é um exemplo de mulher feliz, saudável e realizada!

A segunda mulher é Simone de Beauvoir. Ela foi escritora, filósofa existencialista e feminista francesa. Escreveu muito e viveu intensamente sua vida. A partir de suas ideias, milhares de mulheres passaram a ambicionar uma vida diferente do que lhes programava a família e a sociedade europeia do seu tempo. Por seu pioneirismo, muitas mulheres passaram a ter independência econômica, autonomia familiar, a exercer uma profissão.

Simone se tornou um símbolo mundial da luta das mulheres por mais liberdade, respeito e direitos às mulheres. Ela defendia que o ser humano é “potencialidade”. Enquanto potencialidade, o ser humano é o que ele quiser ser. Por isso ela dizia “Ninguém nasce homem ou mulher, nos tornamos homem ou mulher”. Sua contribuição foi sem igual no tocante à liberdade sexual feminina. Escreveu vários livros sobre o assunto. Ela mesma manteve um longo e polêmico Relacionamento amoroso com o filósofo Sartre. No seu livro “O Segundo Sexo” ela escreve: “Nós não nos deixaremos intimidar pelos ataques violentos dirigidos à mulher nem deixar-se levar pelos elogios interesseiros que são destinados à ‘ verdadeira mulher”.

A terceira mulher é Marilena Chauí. Filósofa brasileira, formada pela Universidade de São Paulo em 1965, é considerada a primeira mulher da América Latina a entrar nas fileiras do pensamento filosófico clássico. Num ambiente altamente masculino, ela se tornou referência de filósofa, não só no Brasil, mas no mundo, como uma grande intelectual capaz de fazer a síntese do pensamento filosófico clássico com o pensamento popular. Os seus livros conquistaram pessoas leigas, desvinculadas do universo acadêmico, o que a fez conquistar grande êxito com trabalhos escritos em estilo didático singelo com fácil compreensão aos leigos. Marilena Chauí tornou a Filosofia mais dinâmica, participativa, enfim, feminina. As mulheres merecem flores, beijos e salários iguais!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo