Mahmoud foi pego na manhã desta quinta-feira (1º) conversando sozinho sobre a saudade que possui de ser líder novamente no Big Brother Brasil 18. De fato, o sexólogo anda muito pianinho. Por isso, a saudade está batendo mais forte.

Mahmoud precisa de novos motivos para voltar ao seu auge da primeira semana do reality, mas precisa tomar cuidado no que fala, pois muitos brothers estão com um pé atrás em relação a ele.

As normas de um bom confinado são claras: ser barraqueiro, entender bem a personalidade de cada participante, exagerar nas palavras e nunca deixar o bom humor de lado.

Mahmoud já foi do céu ao inferno nesta edição do reality show da Rede Globo. Criador de confusão, o participante já tentou ganhar prestígio com o telespectador à força em certos momentos. É verdade que conseguiu em poucos dias, mas depois caiu em desgosto diante da maioria das pessoas que assistem ao Big Brother Brasil 18.

Novas perspectivas

Um dos mais emblemáticos participantes desta edição, Mahmoud, por conta própria, já nasceu para brilhar por onde quer que passe. Odiado por uns, amado por outros, o sexólogo busca alternativas capazes de fazer com que chegue novamente ao pódio. O problema é que ele tem pouco causado nessas últimas semanas.

O confinado, caso vire líder da semana novamente, isso fará a sua cabeça como ocorreu anteriormente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
BBB Big Brother Brasil Televisão

Não é difícil se afirmar que ficará insuportável a sua presença no reality.

A postura dentro do programa parece clara para Mahmoud. Entender a jogabilidade de cada um é fundamental para continuar triunfando, mesmo que ocorra de forma indireta.

Entre idas e vindas do sexólogo, o confinado tem se mostrado bastante apto a ficar no Big Brother Brasil 18. Não é à toa que conseguiu suportar a pressão de algumas berlindas nesta edição.

Fica claro que para derrubá-lo terá que ter uma pessoa com prestígio maior e, consequentemente, que saiba fazer a diferença.

O sexólogo não é considerado favorito nem tampouco tem agradado a maioria dos telespectadores, mas certamente, caso continue na disputa no apagar das luzes, poderá ser uma pedra no sapato de muito participante considerado forte, como Kaysar, Wagner, Paula e recentemente Gleici.

A personalidade do confinado tem todas as características de uma pessoa que tem realeza, mas o desejo de querer sempre mais na casa o desfavorece no desenrolar do jogo. Pedir mais nesse momento é suicídio, acreditar que pode fazer a diferença pode ser a melhor saída, caso queira continuar mandando bem no Big Brother Brasil 18.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo