O ator Wagner Moura ganhou projeção nacional com o papel de Capitão Nascimento no primeiro filme Tropa de Elite. O longa foi um grande sucesso nacional e também teve uma excelente exposição internacional. Ganhou uma continuação em seguida com o título de Tropa de Elite 2.

No filme Tropa de Elite, Wagner Moura interpretava um combatente da criminalidade e, principalmente, ao sistema de corrupção do Rio de Janeiro.

No primeiro filme, ele lutava mais contra a criminalidade em combate. Já no segundo, era uma luta mais travada com todo o sistema de corrupção instalado naquele estado.

Wagner Moura x Capitão Nascimento

O ator Wagner Moura em sua vida cotidiana é exatamente o oposto do personagem vivido por ele nos filmes Tropa de Elite. O personagem Capitão Nascimento era uma espécie de "moralidade em pessoa", ou seja, combatia tudo o que era de ruim.

Não só combatia a criminalidade em si como também os criminosos do colarinho branco.

Wagner Moura da vida real é um absoluto esquerdista que apoia tudo o que é de ruim. No vídeo acima, por exemplo, ele diz que o MST (Movimento dos Sem Terra) é um dos movimentos sociais mais potentes que surgiram nos últimos anos. Será que esse rapaz não está vendo o que esse dito movimento social está fazendo com as fazendas pelo Brasil?

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula

O MST é um movimento que deveria estar encerrado por uma lógica muito simples: O MST ganhou muita força durante o governo do PT, eles se intitulam "sem-terra" e precisam invadir as terras dos outros para que tenham as suas. A pergunta é: se o governo do PT apoia tanto o MST, por que eles ainda hoje, depois de quase 15 anos, ainda não possuem suas terras?

É um verdadeiro paradoxo esse do MST, depois de tantos anos eles ainda continuarem sem-terra é um enigma a ser explicado pela cúpula do Partido dos Trabalhadores. Realmente não dá para entender.

Wagner Moura apoia candidatura de Guilherme Boulos

Que Wagner Moura é plenamente alinhado com o pensamento de esquerda, não é novidade para ninguém. Haja visto as manifestações feitas outrora por ele em apoio a Marcelo Freixo (PSOL) quando das eleições para a Prefeitura no Rio de Janeiro, bem como tantos apoios aos candidatos com viés ideológico comunista. O que mais surpreende é que ele tanto defendeu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando de suas condenações e agora, simplesmente, desistiu?

Moura praticamente decretou a não candidatura de Lula para apoiar um candidato que não possui nem mesmo 2% das intenções de votos nas pesquisas eleitorais para presidente da República. O ator anunciou apoio a Guilherme Boulos (PSOL), que dificilmente chegará a 2% nas eleições de outubro. Isso é fato, a menos que tenha um apoio muito massivo de pessoas influentes no meio político.

Pensava-se que Moura iria apoiar o pré-candidato Ciro Gomes, do PDT.

Era a opção mais lógica, visto que este sim poderia subir muito nas pesquisas se tivesse apoio de uma pessoa, como, por exemplo, o próprio Lula. Além de que o perfil ideológico de Ciro Gomes é perfeitamente alinhado com o do ex-presidente petista.

É esperar para ver o que acontecerá nas eleições deste ano. Tem muita coisa por vir ainda e o cenário está apenas se desenhando.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo