No Brasil a disputa político-partidária está mais acirrada que um clássico regional de futebol. Os que odeiam a esquerda, e principalmente o PT se autoproclamaram de direita, os que se veem, mesmo que pouco, atendidos pelos partidos de esquerda, fecharam seus olhos para as falcatruas dos partidos de cunho socialista. Antes disso, todos que não se assumiam de esquerda, se auto proclamavam de centro.

Mas afinal, existe direita e esquerda no Brasil?

Muitos acreditam que o PSDB é de direita, mas o partido da social democracia brasileira tem sua raiz no marxismo, já que a social democracia é um derivado do socialismo, porém menos radical que o socialismo ortodoxo, já que os social democratas acreditam que a transição para o socialismo deva ocorrer sem revolução, e sim, por meio de uma gradual reforma legislativa do sistema capitalista a fim de torná-lo um sistema mais “justo” e “igualitário”.

Porém, pelo fato de o PSDB está atrelado com o neoliberalismo, que no Brasil é mais conhecido como Ideologia de direita, muitos então os classificam como de direita.

Mas, e os outros partidos?Muitos que se assumiam de centro passaram a se assumir de direita depois que o PT mostrou ao Brasil como se manter no poder. Assim os conservadores e os neoliberais ganharam força novamente na Política brasileira. O que não significa que os conservadores e os neoliberais não estavam envolvidos em corrupção também, porém os mesmos conseguiram “convencer” uns e outros que suas corrupções eram “justificadas” e/ou “menores”, e também pelo fato de as pessoas estarem mais atenta a corrupção dos partidos declarados de esquerda.Quanto a esse episódio a esquerda condena a grande mídia.

Mas afinal, qual caminho seguir? Direita, esquerda ou centro?

Se o partido que for eleito for corrupto não haverá diferença nenhuma. Porém, enquanto a direita atualmente deseja um estado mínimo, com gastos sociais de mínimo à nenhum, em que afirmam assim que, com menos impostos, e menos burocracia, qualquer pessoa terá mais condições de crescer financeiramente. Assim sendo, acreditam que os problemas das minorias e/ou dos menos favorecidos seriam irrelevantes a ponto de não existirem mais.

Já os da esquerda acreditam que o estado deve ser forte e grande, que as assistências sociais devem ter maior aparato.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Política

E que as empresas estatais geram mais riquezas para o povo do que se elas fossem privadas, já que não dependeria apenas dos impostos da cuja empresa, mas sim, da receita liquida dela. As críticas que a direita faz a esquerda é que o estado não deve ser paternalista, e o estado não deve “bancar” as pessoas de poucos recursos, levando as mesmas à “improdutividade”. Já os da esquerda acreditam que a política da direita gera mais desigualdade, e que os conservadores e neoliberais não se importam com os problemas dos menos favorecidos e/ou minorias.

Os neoliberais se autoproclamam de “nova direita” aqui no Brasil e apontam os conservadores como velha direita. Enquanto o foco dos neoliberais é a economia, os conservadores focam mais na “moral” e nos “bons costumes”.

Exatamente, não parece e realmente não é fácil classificar um partido como de direita, esquerda ou centro, pois no Brasil é muito difícil, chegando ao ponto de ser impossível, pois muitos não fazem jus ao nome do partido ou misturam ideias de todas vertentes. Pois muitos, quando eleitos, se tornam de centro, pendendo à direita ou à esquerda.

São os famosos centro-esquerda e os centro-direita.

Na verdade, enquanto os partidos não forem transparentes, nossa visão sobre eles não terá nenhuma nitidez. Mas uma coisa é certa,seja da direita, esquerda ou centro, todos os políticos e seus respectivos partidos contribuíram e contribuem muito mais pelos detentores do poder econômico do que para os menos favorecidos.

Por essas e outras que muitos votam nos “rouba mas faz”, acreditando que enquanto uns deixam “cair migalhas”, outros “rapam” tudo!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo