Nós brasileiros, há muitas décadas, temos duas "certezas": somo um país pobre, de terceiro mundo .como se denominou por muitos anos; e somos o país do futuro.

Nunca chegamos a essa conclusão de fato, pensamos assim porque isso é repetido inúmeras vezes durante toda a nossa vida, o que nos faz acreditar que isso seja verdade.

Precisamos parar para refletir se essas afirmativas realmente são verdadeiras. Somos de fato um país pobre? Somos o país do futuro que parece nunca chegar?

Ambas as afirmativas estão erradas.

O Brasil não é um país pobre. O Brasil é rico em recursos naturais. Somos um dos maiores exportadores de agropecuários do mundo.

Alguns podem afirmar que não exportamos produtos manufaturados, o que nos faz ficar para trás no comércio mundial. Isso é verdade, mas não podemos esquecer que o mundo sempre precisará de alimentos. Isso assegura que por um longo tempo continuaremos exportando. Se o Brasil fizer a lição de casa, nossa balança comercial continuará com superávit.

Somos um país rico com um povo pobre.

O problema já é bem conhecido, a má distribuição de renda.

O Brasil é o país do futuro que nunca chega. O futuro depende do que fazemos no presente. Esse futuro tão aguardado nunca chega porque estamos sempre incorrendo em erros no presente.

O segredo para crescer e prosperar

O que fez os países mais ricos do mundo chegarem a esse patamar?

Para analisarmos esse ponto, antes precisamos nos ater ao fato de que esses países são muito mais antigos do que o Brasil. No entanto, somos descendentes desses países.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Educação Corrupção

O Brasil como nação foi iniciado por portugueses, com alguma influência francesa e holandesa. Deveríamos fazer jus a esse DNA.

Com a queda do último império pela Proclamação da República, em 1889, o Brasil rompeu com os europeus, ficando distante do velho mundo em busca de uma identidade brasileira que não existia. O Brasil era uma nação muito jovem na época, com forte miscigenação, o que impedia a curto prazo de se estabelecer uma identidade.

Os países mais ricos no século XIX tomaram uma importante decisão; investiram em Educação.

Decisão essa que foi tomada no século XX por países como a Finlândia e Correia do Sul, que colhem os frutos nos dias de hoje, vendo suas economias crescerem exponencialmente.

Não há outra solução. Para deixarmos de ser um povo pobre que nunca alcança um futuro promissor, temos de não só investir em educação de alta qualidade, mas querermos ter essa qualidade. Isso passa por uma profunda reforma política que nos levará a outras reformas tão necessárias.

A decisão deve ser de todos

Essas reformas começam por nós.

Temos que querer mudar o Brasil. Nos últimos anos, testemunhamos o que pensávamos que nunca ocorreria, a investigação e punição dos crimes de colarinho branco. Enfim vemos a Corrupção sendo combatida.

Essas ações contra a corrupção só irão se consolidar se os políticos que traíram a confiança do povo brasileiro não forem reeleitos.

Em mais de um século de tropeços republicanos, temos a oportunidade de mudar o Brasil. Isso depende de todos nós. Temos que surfar nessa onda da mudança para que não sejamos novamente levados pela onda.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo