Após o recente lançamento do que muitos se referem como o filme mais esperado do ano, Vingadores: Guerra Infinita veio para comprovar a ambição, potencial e, acima de tudo, a evolução nas produções do Marvel Studios. O longa, que já se aproxima da marca dos US$2 bilhões (R$ 7,4 bilhões) em bilheteria, é a junção de todas as franquias que o estúdio lançou nesses dez anos de existência.

Fórmula Marvel do sucesso

Desde o lançamento do primeiro Homem de Ferro em 2008, a franquia, que acabava de se iniciar, já demonstrava uma nova abordagem no retrato de Filmes de heróis.

Conforme os anos foram passando, a evolução se mostrava evidente não apenas no quesito de orçamento e valor de produção, mas também no modo de contar histórias. Isso gerou grandes filmes, como Os Vingadores, Capitão América: Soldado Invernal, Guardiões da Galáxia, Guerra Civil etc.

Como esperado de qualquer franquia cinematográfica, a Marvel não vive apenas de altos, o que se deve principalmente ao fato de na maioria das vezes o estúdio apostar em sua fórmula eficaz, mas já batida do visual e do humor, o que se tornou repetitivo e algumas vezes não identificável com sua produção em questão.

O diferencial

Mas, além de todos esses pontos levantados, o que diferencia a franquia das outras é a proposta do universo compartilhado, criado nas próprias produções do estúdio. Não somente isso, mas também o modo cuidadoso de como as histórias se interligam.

São pequenas ações, deixas e acontecimentos que geram consequências e novas histórias nesse universo tão rico e, principalmente, tão bem pensado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Cinema

São esses pequenos pontos trabalhados em conjunto pelos roteiristas, diretores e produtores que tornam toda a experiência em cada filme muito mais crível e tornam a identificação entre público e personagens muito mais fácil.

A recompensa desse planejamento de anos se vê nas salas de Cinema lotadas gerando bilheterias bilionárias. São crianças e adultos que vivenciam cada história, que torcem por seus personagens favoritos e que param a internet no lançamento de cada trailer, coisas que parecem tão simples, mas que alguns outros estúdios apenas almejam alcançar.

Os reflexos na indústria também são bem visíveis. Basta olhar o calendário de lançamentos do ano e identificar quantos dos blockbusters são do subgênero de super-heróis ou até quantos estúdios planejam a criação de universos compartilhados para seus filmes, sejam eles de terror, monstros, ação etc.

Com toda a baixa leva que os filmes de heróis passavam antes dos lançamentos da Marvel e toda o frescor que todo esse universo trouxe para a cultura pop, pode-se considerar que a Marvel está no caminho certo para mais dez anos de boas estórias, e o épico Guerra Infinita veio para sacramentar isso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo