Nas redes sociais, o movimento a favor de Lula tem ganhado força entre os grupos formados pelos manifestantes com o intuito de demonstrarem a insatisfação com a prisão de Lula. Eles usam as redes sociais para se unirem e incentivar um ao outro a continuar se manifestando.

Grupos no Facebook formados por apoiadores do petista estão usando uma hashtag com o intuito de causar um impacto maior e chamar a atenção para o assunto. Eles estão usando uma hashtag chamada “#LulaLivre”. Esse movimento tem ganhado muita força, pois as postagens nos grupos sobre o assunto chegam a ter várias curtidas e comentários usando a hashtag.

Quanto mais o número de pessoas usam a hashtag mais ela sobe no ranking e isso faz com que ela fique no topo demonstrando para as outras pessoas o números de pessoas que são a favor daquele movimento. No dia 7 de abril a hashtag “#EuSouLula” foi o assunto mais comentado pelos usuários do twitter.

Movimentos pró Lula vêm sofrendo vários ataques

Desde a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), grandes movimentos e atos de manifestações contra a prisão foram criados por seus apoiadores e toda militância petista.

Um dos primeiros movimentos foi o acampamento “Lula Livre” em frente à sede da Polícia Federal em Curitiba, lugar onde Lula está cumprindo sua prisão.

Todos os dias, um grupo de manifestantes saúda o ex-presidente da parte de fora da sede da PF com a frase “Bom Dia Lula”. Esse acampamento já sofreu ataque dos opositores. Há poucos dias durante a madrugada tiros foram disparados contra o acampamento, deixando algumas vítimas feridas e depois desse fato o acampamento já sofreu outras ameaças.

Um Delegado da Policia Federal também deferiu violências contra o movimento “Lula Livre”. O Delegado, Gastão Schefer Neto, destruiu um aparelho de som que estava sendo usado pelos protestantes no bairro Santa Cândida em Curitiba. Pessoas que estavam participando do protesto relataram que o delegado invadiu a área restrita do acampamento onde estavam os manifestantes que faz parte do movimento “Lula Livre” e começou a destruir o som.

A assessoria da PF disse que iria aguardar a Manifestação da Polícia Civil sobre o assunto, pois o delegado não estava trabalhando no momento em que cometeu o ato e por isso deveriam aguardar o encaminhamento da PC.

Segunda Turma do STF da início a sessão virtual sobre o recurso de Lula

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) deu início a sessão virtual que irá julgar o recurso de Lula. Os advogados do ex-presidente Lula contesta a prisão antecipada do petista.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Os ministros têm até a próxima quinta-feira (10) para apresentarem e decidirem seus votos sobre o recurso. A Segunda Turma do STF é formada por Edson Fachin, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli.

Não perca a nossa página no Facebook!