O melhor presente, nem sempre vem pelos Correios, nem sempre chega por e-mail, sequer sempre nos é entregue quando não esperamos, ou até esperamos, mas, com certeza, quando assume a função de chegar, de se fazer presente.

Você pode desejar muitas coisas e receber muitas outras. E se perguntar: desejei tanto isso, e, no entanto, apenas recebi aquilo? Quantas vezes você se deparou com esse tipo de questionamento sem se atentar com a forma pela qual a pessoa tentou lhe agradar, tentou fazer aquele embrulho, que pode não ter sido o melhor, mas foi o que melhor ela conseguiu fazer.

Até tentou por vezes pesquisar as opções para lhe dar, dedicou o seu tempo para isso com carinho, ou apenas com atenção, porque se tratava de uma entrega para você. Naquele momento foi aquela pessoa com quem ela se comprometeu para aquele tempo. Esse tipo de pensamento talvez não responda a sua pergunta, mas, com certeza, modificará o sentimento de sua resposta.

Quando se aproximam datas comemorativas de pessoas muito especiais em sua vida, como o Dia das mães, Dia dos Pais, você normalmente pensa em dar o melhor presente, o que consiga dentro ou até fora de sua possibilidade.

Algumas vezes ouvindo o desejo de seu pai ou mãe em obter e/ou ganhar algo.

Então, você se prepara, vai a busca, procura só para ver um sorriso pleno de felicidade e satisfação no rosto daquele que tanto ama. Aí você não se pergunta no que poderia dar de melhor, além deste presente que você preparou e tentou corresponder a expectativa desejada.

Pois bem, há muitas coisas maiores que por vezes nos passam despercebidas e que também devem ser questionadas em instantes como estes.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento

Certo dia, uma filha, que já fazia alguns anos que tinha perdido a mãe, estava diante de um problema que estava mexendo com sua saúde. Como já se aproximava o Dia das Mães, ela se lembrou de algumas recordações de presentes e comemorações vivenciadas nesta data.

Então, ela se perguntou sobre algo do que nunca tinha se questionado: como lhe presentear já que você está agora do outro lado? Ao mesmo tempo, em sua mente a resposta veio: sendo um ser humano cada vez melhor.

Veio mais uma pergunta: por que este presente não foi pensado antes em vida? Embora, durante a vida, você tivesse sido um bom ser humano? A resposta também veio na hora: porque sempre podemos ser melhores do que pensamos, melhores do que somos.

Com isto, ela concluiu que presentes sempre são maravilhosos e que devem ser dados mesmo que nem sempre atendam aos requisitos, expectativas de quem o recebe, mas que, acima do que seja desejado, é dado de concreto, esteja a representação física do abstrato, como o amor, a bondade, ser prestativo, que são uns dos sentimentos, valores que caracterizam o melhor presente que se possa dar.

Pense nisso. O melhor presente está dentro de você todos os dias e todos ao seu redor sempre desejam recebê-lo de você.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo