Uma significativa parte do mundo parou e se encantou com o casamento real ocorrido em Windsor, na Inglaterra, na data de 19 de maio de 2018, dia que passou a ser inesquecível, entre o príncipe Harry, que é um dos herdeiros da coroa britânica, com a atriz americana Meghan Markle.

A cerimônia há dias vinha gerando expectativas exponencialmente inefáveis ao redor do mundo. Afinal, não é todo dia que testemunhamos com uma riqueza de detalhes inestimáveis e imensuráveis o casamento de um príncipe, onde a mídia, em toda a sua amplitude e vanguardismo tecnológico, não mediu esforços para cobrir um evento tão ímpar, impactante, reflexivo e rico.

Não apenas em detalhes perceptíveis aos olhos, mas a mente, alma e coração.

A noiva Meghan Markle em si já é uma revolução, pois ela é legado de uma herança afro. Não que isto seja horrendo aos olhos de Deus, mas há cerca de um século isto seria algo inimaginável, uma heresia, uma blasfêmia um ultraje digno de morte, pois pessoas como ela eram consideradas escórias da sociedade escravocrata em nível mundial.

Tal realidade ainda sobrevive controlada sob o manto da hipocrisia e das conveniências, evoluída em outras discriminações no cerne doentio da humanidade. Harry e Megan protagonizaram algo surreal, ou tudo não passa de um grande teatro, um mega pão e circo para as massas patrocinado pela nova ordem mundial Illuminati?

Teoria da conspiração à parte ou não, o que o mundo pode vislumbrar foi o sonho de Martin Luther King Jr. numa amplitude global entre Estados Unidos e Inglaterra, sendo Harry de raça branca, tendo a gênese na realeza, e Meghan uma afro descendente plebeia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Relacionamento

Ambos não apenas deram as mãos para viverem bem e felizes, mas tornaram-se uma só carne através do casamento materializando assim, muito além do emblemático insight de King “I have a dream” após 50 anos do seu assassinato covarde.

Um dos momentos mais marcantes e reflexivos da cerimônia foi o discurso inefável do reverendo americano Michael Curry ao semear uma abissal e tocante mensagem de Amor que levou a todos que estavam na Capela Saint George a ficarem perplexos e num profundo silêncio absorto.

A mensagem que ali fora lançada transbordava em amor, cujas fontes não estão neste mundo e sim na dimensão celestial de Deus.

Muitas lições foram tiradas deste evento ímpar e esplendoroso, como a valorização do casamento tradicional, dos valores de Família, da confraternização entre as pessoas, da reflexão sobre as positividades que emanam deste projeto maravilhoso criado por Deus para a humanidade e de quão importante e vital é a família para o bem-estar das sociedades nos quatro cantos da terra.

Quando o amor é o caminho tudo é possível.

O amor lança fora todo medo!

Por amor, este conteúdo merece ser compartilhado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo